Grupo com 55 empresas de Botucatu pede ao Prefeito relaxamento das restrições do comércio

Um grupo composto por comerciantes, empresários, profissionais liberais e sindicato enviou nesta quinta-feira, 16, um documento ao Prefeito Mário Pardini que pede o relaxamento das restrições do comércio em Botucatu.

O documento é assinado por diversas empresas conhecidas da cidade e também propõe diversas medidas e condições para a abertura parcial, como alternância de dias e seguimentos, medidas rigorosas de higiene, entre outras (veja documento na integra ao final).

“Com base nos estudos científicos acostados a este documento resolvem propor o relaxamento da paralisação total do comércio da cidade, contando com a participação direta do município, bem como adotando medidas de higiene internacionalmente reconhecidas como eficientes para impedir a disseminação do vírus”, diz trecho da petição.

No dia 19 de março o Prefeito Mário Pardini fez publicar o decreto de nº 11.943/2020, colocando o comércio local em quarentena, exceto atividades consideradas essenciais. O decreto tem vigência até 30 de abril, podendo ser revogado a qualquer momento ou ampliado.

Cabe ressaltar que acima do decreto municipal estão as medidas tomadas pelo Governo do Estado. O decreto estadual coloca o comércio em quarentena até o dia 22 de abril.

“Tal medida fora prontamente atendida pelas empresas acima qualificadas, pois com o surgimento em nosso território e a rápida proliferação viral, e considerando pouco conhecimento sobre medidas alternativas para evitar a transmissão do mesmo, o distanciamento foi integralmente respeitado. Entretanto cabe noticiar, que não apenas o comércio local vem sofrendo incomensuráveis perdas com fechamento integral, mas também a indústria. O fechamento total vai gerar vasto inadimplemento, desemprego em massa, a exemplo de uma metalúrgica Botucatuense que demitiu 15% (quinze por cento) do seu quadro de empregados, redução na arrecadação do Município, enfim, a previsão é desoladora”, coloca o documento.

Veja algumas propostas do documento

  • Estação de higienização

A primeira proposta do grupo diz o seguinte: Possibilidade que o Município de Botucatu pode aderir, é a instalação de estações de higienização, em pontos estratégicos. Seriam pontos que são considerados “entradas” para o comércio local, possibilitando, assim, sua abertura, em conjunto com as outras medidas de prevenção.

A estação pode ser no início das ruas dos comércios e pra viabilizar que todos passem pela estação, proibir o transito de veículos, liberando espaço para que os estabelecimentos consigam realizar filas de 2 metros de distância (Item V, alínea h). A Estação de Higienização, é uma medida recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde),

A composição do produto de higienização basicamente é um extrato vegetal, acrescido de hipoclorito de sódio numa diluição bem baixa com água. Acompanhando as especificações do Conselho Federal de Química.

  • Alternância entre dias fechados e abertos

Esse modelo consiste em ciclos alternados de liberação do trabalho e fechamento das atividades. Pode ser composto de diversas formas e sofrer ajustes de acordo com o avanço ou redução da transmissão no município.

Inicialmente a proposta é de 14 (quatorze) dias de trabalho por 14 (dias de paralisação). Nesse período é possível analisar as informações prestadas pela secretaria municipal de saúde e verificar a variação de novos infectados e com base nisso prolongar ou não os dias de trabalho efetivo.

O empregador irá dividir sua equipe, de acordo com a necessidade e possibilidade, de modo que cada equipe passará a trabalhar 14 (quatorze) dias, enquanto as demais ficam em casa mantendo-se o isolamento social. As medidas de segurança, tais como: o distanciamento entre colaboradores e entre clientes, higienização de utensílios para consumo próprio ou aqueles destinas ao público em geral, além do fornecimento de produtos sanitizantes que sejam aptos a proteger os empregados e clientes, entre outros, serão adotadas inclusive durante o intervalo para descanso dos empregados.

Nos estabelecimentos onde há maior permanência de pessoas, a exemplo de bares, restaurantes, lanchonetes, conveniências, restaurantes de hotéis, entre outros, ficarão limitados ao atendimento de 70% (setenta por cento) de sua capacidade total, mantendo rígido controle de distância na distribuição das mesas. Por fim, a critério da empresa, poderá ser implementado o sistema de entrega de senhas e marcações no piso e nas calçadas dos estabelecimentos, visando a segurança dos clientes e demais transeuntes. Caso seja detectado que tal estratégia leve a uma tendência crescente de casos, pode-se optar para um ciclo com menos dias trabalhados. Por outro lado, se for observada uma tendência decrescente de casos, pode-se alterar para mais dias trabalhados.

  • Opção de revezamento por seguimento e dia

O revezamento por segmento de mercado e dia de funcionamento é opção bastante salutar, pois permite direcionar o público para locais e dias específicos, de acordo com a conveniência do consumidor.

Referida medida consiste na abertura de determinados segmentos em dias específicos da semana, por exemplo, segundas, quartas e sextas apenas o setor de vestuário, veículos, venda de peças automotivas e serviços de mecânica, as terças, quintas e sábados apenas setor de alimentação, serviços de estética, manutenção residencial e utensílios para o lar, enfim, uma estratégia que atenda públicos diversos em dias alternados.

  • Opção de revezamento por número de identificação

Especialmente voltado para os grandes corredores comerciais da cidade, mas perfeitamente aplicável a todos, esta medida consiste na abertura de estabelecimentos que recebem, segundo o cadastro dos correios, números pares em um dia e os que recebem número ímpar em outro. Referida medida reduz o fluxo de pessoas e viabiliza a circulação segura, já que a operação de todo o comércio da cidade será desenvolvida com apenas 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade total.

As empresas que constam no documento são (algumas constam duas vezes por terem mais de uma unidade na cidade):

1-ÓTICA BELLA VISTA; 2- RESTAURANTE BEM CASEIRO; 3- LOJA ABELHINHA KIDS; 4- PAPA’S GRILL RESTAURANTE;5- LOJA X TUDO; 6- BERTANI VEICULOS; 7- CARLITOS COLCHÕES; 8- MAZON PEÇAS AUTOMOTIVAS; 9- SEVEN MOTORS CONCESSIONÁRIA; 10- ARTCASA ACABAMENTOS DE INTERIORES; 11- ROBUSTE NEGÓCIOS IMOBILIARIOS; 12-THAIS BUENO; 13- MANIA DE VOCÊ; 14- LOJAS ALGODÃO DOCE CONFECÇÃO INFANTIL; 15- LOJAS ALGODÃO DOCE CONFECÇÃO INFANTIL,; 16-NOVA GERAÇÃO VEÍCULOS; 17- WTVANS TRANSPORTE E TURISMO; 18- WTA CAR WASH; 19- SINCOMERCIARIOS; 20- SKI SORVETES; 21- RICARDO UNIFORMES; 22- ÓPTICA SANTA LUZIA; 23- CHURRASCARIA BOI BRANCO; 24 – SIGMA ESCRITÓRIO CONTÁBIL; 25- CORTE FÁCIL MARCENARIA; 26- STYL UNIFORMES; 27- RESTAURANTE PORKILO; 28- RICARDO VEICULOS; 29- NOVA ESCOLÁSTICO; 30- LANCHONETE CHARLES MILLER; 31- STYLO NOIVAS; 32- STYLO NOIVAS; 33- LOJA JUMP; 34- PADARIA CASTELINHO PÃES E LANCHES; 35- CONCRETO IMOVEIS; 36- AUTOMAIS MECANICA; 37- CASA DA BORRACHA; 38- MEGA CIENTIFICA EQUIP. MEDICOS; 39- LOJIKA UTILIDADES; 40- CHAVEIRO SÃO PEDRO; 41- AZUL CARGO; 42- SAPATARIA ALCIDES; 43- NOVA ELÉTRICA CASA GRANDE; 44- TREZZE CHICKEN; 45- TREZZE CHICKEN; 46- ESTÂNCIA TREZE; 47-ACADEMIA CORRERIA BOXE TEAM; 48- RAGU RESTAURANTE; 49- BASILICO RESTAURANTE; 50- GAROPA MODAS; 51- SENHOR DO CAFÉ; 52- ESTÂNCIA JACUTINGA; ÓTICA ROBERTO; 54 – ÓTICA ROBERTO E 55 – MILAZZO VEÍCULOS.

Veja documento na integra clicando aqui