Grupo com 55 empresas de Botucatu pede ao Prefeito relaxamento das restrições do comércio

Cidade
Grupo com 55 empresas de Botucatu pede ao Prefeito relaxamento das restrições do comércio 16 abril 2020

Um grupo composto por comerciantes, empresários, profissionais liberais e sindicato enviou nesta quinta-feira, 16, um documento ao Prefeito Mário Pardini que pede o relaxamento das restrições do comércio em Botucatu.

O documento é assinado por diversas empresas conhecidas da cidade e também propõe diversas medidas e condições para a abertura parcial, como alternância de dias e seguimentos, medidas rigorosas de higiene, entre outras (veja documento na integra ao final).

“Com base nos estudos científicos acostados a este documento resolvem propor o relaxamento da paralisação total do comércio da cidade, contando com a participação direta do município, bem como adotando medidas de higiene internacionalmente reconhecidas como eficientes para impedir a disseminação do vírus”, diz trecho da petição.

No dia 19 de março o Prefeito Mário Pardini fez publicar o decreto de nº 11.943/2020, colocando o comércio local em quarentena, exceto atividades consideradas essenciais. O decreto tem vigência até 30 de abril, podendo ser revogado a qualquer momento ou ampliado.

Cabe ressaltar que acima do decreto municipal estão as medidas tomadas pelo Governo do Estado. O decreto estadual coloca o comércio em quarentena até o dia 22 de abril.

“Tal medida fora prontamente atendida pelas empresas acima qualificadas, pois com o surgimento em nosso território e a rápida proliferação viral, e considerando pouco conhecimento sobre medidas alternativas para evitar a transmissão do mesmo, o distanciamento foi integralmente respeitado. Entretanto cabe noticiar, que não apenas o comércio local vem sofrendo incomensuráveis perdas com fechamento integral, mas também a indústria. O fechamento total vai gerar vasto inadimplemento, desemprego em massa, a exemplo de uma metalúrgica Botucatuense que demitiu 15% (quinze por cento) do seu quadro de empregados, redução na arrecadação do Município, enfim, a previsão é desoladora”, coloca o documento.

Veja algumas propostas do documento

  • Estação de higienização

A primeira proposta do grupo diz o seguinte: Possibilidade que o Município de Botucatu pode aderir, é a instalação de estações de higienização, em pontos estratégicos. Seriam pontos que são considerados “entradas” para o comércio local, possibilitando, assim, sua abertura, em conjunto com as outras medidas de prevenção.

A estação pode ser no início das ruas dos comércios e pra viabilizar que todos passem pela estação, proibir o transito de veículos, liberando espaço para que os estabelecimentos consigam realizar filas de 2 metros de distância (Item V, alínea h). A Estação de Higienização, é uma medida recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde),

A composição do produto de higienização basicamente é um extrato vegetal, acrescido de hipoclorito de sódio numa diluição bem baixa com água. Acompanhando as especificações do Conselho Federal de Química.

  • Alternância entre dias fechados e abertos

Esse modelo consiste em ciclos alternados de liberação do trabalho e fechamento das atividades. Pode ser composto de diversas formas e sofrer ajustes de acordo com o avanço ou redução da transmissão no município.

Inicialmente a proposta é de 14 (quatorze) dias de trabalho por 14 (dias de paralisação). Nesse período é possível analisar as informações prestadas pela secretaria municipal de saúde e verificar a variação de novos infectados e com base nisso prolongar ou não os dias de trabalho efetivo.

O empregador irá dividir sua equipe, de acordo com a necessidade e possibilidade, de modo que cada equipe passará a trabalhar 14 (quatorze) dias, enquanto as demais ficam em casa mantendo-se o isolamento social. As medidas de segurança, tais como: o distanciamento entre colaboradores e entre clientes, higienização de utensílios para consumo próprio ou aqueles destinas ao público em geral, além do fornecimento de produtos sanitizantes que sejam aptos a proteger os empregados e clientes, entre outros, serão adotadas inclusive durante o intervalo para descanso dos empregados.

Nos estabelecimentos onde há maior permanência de pessoas, a exemplo de bares, restaurantes, lanchonetes, conveniências, restaurantes de hotéis, entre outros, ficarão limitados ao atendimento de 70% (setenta por cento) de sua capacidade total, mantendo rígido controle de distância na distribuição das mesas. Por fim, a critério da empresa, poderá ser implementado o sistema de entrega de senhas e marcações no piso e nas calçadas dos estabelecimentos, visando a segurança dos clientes e demais transeuntes. Caso seja detectado que tal estratégia leve a uma tendência crescente de casos, pode-se optar para um ciclo com menos dias trabalhados. Por outro lado, se for observada uma tendência decrescente de casos, pode-se alterar para mais dias trabalhados.

  • Opção de revezamento por seguimento e dia

O revezamento por segmento de mercado e dia de funcionamento é opção bastante salutar, pois permite direcionar o público para locais e dias específicos, de acordo com a conveniência do consumidor.

Referida medida consiste na abertura de determinados segmentos em dias específicos da semana, por exemplo, segundas, quartas e sextas apenas o setor de vestuário, veículos, venda de peças automotivas e serviços de mecânica, as terças, quintas e sábados apenas setor de alimentação, serviços de estética, manutenção residencial e utensílios para o lar, enfim, uma estratégia que atenda públicos diversos em dias alternados.

  • Opção de revezamento por número de identificação

Especialmente voltado para os grandes corredores comerciais da cidade, mas perfeitamente aplicável a todos, esta medida consiste na abertura de estabelecimentos que recebem, segundo o cadastro dos correios, números pares em um dia e os que recebem número ímpar em outro. Referida medida reduz o fluxo de pessoas e viabiliza a circulação segura, já que a operação de todo o comércio da cidade será desenvolvida com apenas 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade total.

As empresas que constam no documento são (algumas constam duas vezes por terem mais de uma unidade na cidade):

1-ÓTICA BELLA VISTA; 2- RESTAURANTE BEM CASEIRO; 3- LOJA ABELHINHA KIDS; 4- PAPA’S GRILL RESTAURANTE;5- LOJA X TUDO; 6- BERTANI VEICULOS; 7- CARLITOS COLCHÕES; 8- MAZON PEÇAS AUTOMOTIVAS; 9- SEVEN MOTORS CONCESSIONÁRIA; 10- ARTCASA ACABAMENTOS DE INTERIORES; 11- ROBUSTE NEGÓCIOS IMOBILIARIOS; 12-THAIS BUENO; 13- MANIA DE VOCÊ; 14- LOJAS ALGODÃO DOCE CONFECÇÃO INFANTIL; 15- LOJAS ALGODÃO DOCE CONFECÇÃO INFANTIL,; 16-NOVA GERAÇÃO VEÍCULOS; 17- WTVANS TRANSPORTE E TURISMO; 18- WTA CAR WASH; 19- SINCOMERCIARIOS; 20- SKI SORVETES; 21- RICARDO UNIFORMES; 22- ÓPTICA SANTA LUZIA; 23- CHURRASCARIA BOI BRANCO; 24 – SIGMA ESCRITÓRIO CONTÁBIL; 25- CORTE FÁCIL MARCENARIA; 26- STYL UNIFORMES; 27- RESTAURANTE PORKILO; 28- RICARDO VEICULOS; 29- NOVA ESCOLÁSTICO; 30- LANCHONETE CHARLES MILLER; 31- STYLO NOIVAS; 32- STYLO NOIVAS; 33- LOJA JUMP; 34- PADARIA CASTELINHO PÃES E LANCHES; 35- CONCRETO IMOVEIS; 36- AUTOMAIS MECANICA; 37- CASA DA BORRACHA; 38- MEGA CIENTIFICA EQUIP. MEDICOS; 39- LOJIKA UTILIDADES; 40- CHAVEIRO SÃO PEDRO; 41- AZUL CARGO; 42- SAPATARIA ALCIDES; 43- NOVA ELÉTRICA CASA GRANDE; 44- TREZZE CHICKEN; 45- TREZZE CHICKEN; 46- ESTÂNCIA TREZE; 47-ACADEMIA CORRERIA BOXE TEAM; 48- RAGU RESTAURANTE; 49- BASILICO RESTAURANTE; 50- GAROPA MODAS; 51- SENHOR DO CAFÉ; 52- ESTÂNCIA JACUTINGA; ÓTICA ROBERTO; 54 – ÓTICA ROBERTO E 55 – MILAZZO VEÍCULOS.

Veja documento na integra clicando aqui

 

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO