Governo Federal deve 6 R$ milhões para o Cachoeirinha e atrasa entrega da 2ª etapa

Os residenciais Cachoeirinha 3 e 4 devem ser entregues aos contemplados apenas entre os meses de março e abril de 2020. A previsão era de que isso ocorresse até o final deste ano. A informação foi dada pelo Prefeito Mário Pardini na manhã desta quinta-feira, dia 12, durante entrevista à Rádio Criativa FM.

Os residenciais 1 e 2 foram entregues no segundo semestre de 2019 e já estão ocupados. No total são 992 unidades que foram financiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal.

Segundo apurou o Acontece Botucatu, os atrasos do Governo Federal nos repasses de verba atrasaram o cronograma de entrega. Sem esses repasses, a construtora Qualyfast teve problemas de execução na fase final das obras.

No total são R$ 6 milhões em atraso, sendo esse valor dividido entre os Cachoeirinha 3 e 4, empreendimentos que ainda não foram entregues.

“A Informação que a gente tem é que até o final do ano essas medições atrasadas devem ser quitadas, e sendo quitadas, o ritmo de obras deve ser intensificado para que a gente possa entregar esses empreendimentos entre março e abril”, declarou Pardini.

Pardini foi até Bauru nesta quarta-feira na Superintendência da Caixa para monitorar a situação, além de discutir a qualidade da ocupação dos residenciais 1 e 2. A qualidade de ocupação dos blocos faz parte do processo.

“O Cachoeirinha 2 está muito bem. O trabalho do Síndico Douglas tem sido feito com esmero, tudo tranquilo e a população que ocupa o local está muito satisfeita com investimentos já feitos por parte do condomínio já acontecendo. Já o Cachoeirinha 1, por ter sido entregue depois, não vemos muitos avanços. Por isso vamos discutir em Bauru também um apoio maior da Assistência Social Inclusiva da Caixa para que possam ajudar o síndico a regularizar a situação e fazer os investimentos necessários”, disse Pardini à Criativa e Acontece.

O projeto de Botucatu foi considerado pelo Ministério das Cidades em 2018 como um dos principais do país empreendimentos habitacionais do país. No total são 992 apartamentos.
Os apartamentos do empreendimento possuem 56 m² cada, com varanda e o condomínio terá ainda quadra poliesportiva, playground infantil, guarita, vagas para estacionamento de veículos, entre outras instalações.