Ensecadeira é concluída e obras de represa em Botucatu avançam

Represa em Botucatu deve ser concluída em 2022

Foto: Jader Garrone – DP Barros divulgadas no Facebook de Mário Pardini

Novas imagens divulgada pelo prefeito Mário Pardini na manhã desta quarta-feira, 05, mostram o avanço das obras da construção da Represa do Rio Pardo, em Botucatu.

A chamada ensecadeira foi concluída e canal de desvio está em operação. Trata-se de uma etapa fundamental para início da fundação do eixo da barragem definitiva

“Enquanto nos preparamos planejando o futuro, muitas cidades brasileiras já iniciam racionamento do abastecimento de água. Uma das maiores obras de infraestrutura da história de nosso município saindo do papel”, disse o prefeito Mário Pardini.

A construção da barragem de água está orçada em R$ 50 milhões e as desapropriações de terra giraram na casa dos R$ 7 milhões. Esses valores foram assumidos pela Sabesp.

Essa barragem irá funcionar como um grande reservatório de água bruta. Dessa maneira, estaria garantido o abastecimento em períodos de estiagem ou crises hídricas, como a vivida em 2014/2015.

Funções da barragem

A primeira função dessa barragem será de abastecimento público, mas a represa terá múltiplos usos. Ela poderá ter a vazão regularizada para que produtores rurais utilizem a água para suas produções e colheitas, segundo o projeto.

As indústrias também poderiam ser beneficiadas. Assim se evitaria cenários como em 2014, quando a Duratex deixou de produzir durante três dias, pois não tinha água para resfriar suas caldeiras.

A barragem terá uma vazão de 1000 litros por segundo. Isso significa mais que dobrar a capacidade de produção de água de Botucatu mesmo em períodos de crise hídrica.

Isso permitiria a utilização para o seu quarto objetivo, o turístico, que poderia gerar renda para o município, como ocorre com as represas Billings e Guarapiranga em São Paulo.

Represa levará o nome de Plínio Paganini

Um projeto de autoria do vereador Carreira, para colocar o nome de “Prefeito Plínio Paganini” na obra, foi aprovado na Câmara Municipal ainda no fim de 2019.

Plínio Paganini foi Prefeito de Botucatu de 1973 a 1977, sendo o responsável por trazer a Sabesp para Botucatu durante sua gestão.  Apesar da vida partidária intensa, foi no rádio que se tornou uma das figuras mais lendárias de Botucatu.

Carismático e polêmico, criou na década de 60 ‘O Palanque’, mais antigo programa de rádio em Botucatu (leia mais sobre o radialista ainda nesta publicação).

Obra autorizada

No dia 21/11 de 2019 foi assinada a autorização para o início das obras da Barragem do Rio Pardo. A represa passou por diversas outras etapas burocráticas antes do início das obras.

O governador em exercício do Estado de São Paulo na oportunidade, Rodrigo Garcia, esteve em Botucatu e fez a assinatura no auditório da Pinacoteca, acompanhado do Prefeito Mário Pardini, do Prefeito de Pardinho, Dito Rocha, além de secretários estaduais, deputados e outras autoridades.