Empresa botucatuense realiza trabalho inédito no Brasil em confecção de manuais industriais

 

A empresa botucatuense Manualtech lançou recentemente um Guia de Redação para elaboração de manuais de máquinas e equipamentos. “Nosso objetivo foi reunir informações e subsídios para engenheiros e técnicos que desejam ingressar na área de redação técnica, tão carente no mercado”, disse Luiz Carlos Devienne, diretor da empresa.

“Engenheiros e técnicos, tanto nível superior como do segundo grau, podem usufruir desta obra, e eles gerarem seus próprios negócios, e ofertar os seus serviços a empresas do ramo de máquinas e equipamentos em geral”, completou Devienne.

Todo o conteúdo deste Guia de Redação é fundamentado na legislação vigente e em normas técnicas da ABNT. Assim, esta obra possui a robustez de informações necessário para garantir qualidade no trabalho de redação técnica desses profissionais.

O livro pode ser encontrado em livrarias, físicas ou on-line, e em breve será lançado em e-book.

A empresa

A Manualtech é uma empresa Botucatuense, fundada em novembro de 2009, ou seja, há quase 12 anos. Nasceu com o propósito de atender empresas, em especial fabricantes de máquinas e equipamentos, que possuem necessidade de elaborar Manuais de Instruções para seus produtos.

No Brasil há somente 2 empresas neste ramo, uma delas é a Manualtech que está em Botucatu, sendo a outra em Esteio no Rio Grande do Sul.

Trata-se de uma empresa de engenharia especializada, na área mecânica e elétrica e de segurança do trabalho.

O guia

O grande “drama” dos fabricantes de máquinas e equipamentos, pelo menos para a maioria, é a obrigação, prescrita na legislação vigente brasileira, da elaboração do Manual de Instruções de seus produtos. Uma delas é o Código do Consumidor.

Este dever obriga-os a encontrar soluções diversas, nas quais podem apresentar não conformidades com a legislação e com as normas técnicas aplicáveis, e isso trazer prejuízos.

Este Guia de Redação, no seu contexto geral, busca amenizar um pouco das dúvidas e as dificuldades que um redator técnico tem na elaboração do seu Manual de Instruções. É importante, que este profissional detenha informações para que possa desempenhar adequadamente o seu trabalho e conseguir concluir a redação deste documento com sucesso.

Esta obra busca de maneira sintética, mas abrangente, discutir pontos que possibilite dar ao redator técnico esta visão ampla e generalista. Posteriormente, ele por si só, terá condições de desenvolver a sua capacidade de executar com desenvoltura o seu trabalho, mas que dependerá apenas dele.

Temas como segurança, é o que ela significa, são abordados a fim de mostrar ao profissional a sua relevância no seu trabalho de redator. Também, a NR-12, legislação anexa a CLT, e todo o seu contexto em relação aos Manuais são tratados com precisão e em detalhes, para propiciar uma visão geral do assunto.

Assuntos como Normas Técnicas, marcação CE, Apreciação e Redução de Riscos são outros temas importantes os quais são tratados de formas clara e aprofundada, com a finalidade de mostrar ao leitor as suas relações com o Manuais de Instruções. Além desses temas, a ABNT NBR 16746 é detalhada no capítulo “Técnicas de Elaboração de Manual”. Nesta Seção toda a estruturação necessária para elaboração deste tipo de documento mandatório é apresentada.

Para completar, este Guia de Redação agrega um Manual de Instruções de uma furadeira de bancada cuja finalidade é ilustrar e servir de exemplo para o leitor. Finalmente, outro anexo importante é a discussão sobre Avisos de Advertência, tema este que gera dúvida entre os redatores técnicos.
Portanto, este Guia de Redação, tem a intenção de dar um “norte” aos iniciantes nesse mundo da redação técnica, tão relevante e necessária para as empresas.