Campanha contra afogamentos é destaque durante o “A Avenida é sua”

Uma intensa campanha de conscientização contra afogamento do Projeto Viva Verão. Essa foi uma das principais atrações do Projeto ‘A Avenida é sua” na manhã deste domingo, dia 04.

O assunto foi amplamente falado em toda a cidade após a morte de um jovem na última semana de 2019. O fato ocorreu com um turista no Rio Bonito.

“Houve uma palestra para todos os participantes, inclusive estiveram presentes os familiares da vítima do último afogamento no Rio Bonito e foi abordado a importância dos projetos preventivos referentes aos acidentes aquáticos e também propostas futuras de educação contra o Afogamento”, disse o Subtenente Celestino, coordenador do Projeto Viva Verão.

O tema ‘prevenção ao afogamento’ é uma ação conjunta que envolve Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde, Projeto Crescer Seguro, SAMU, Defesa Civil, GCM e COMUTUR.  A barraca do grupo foi montada em frente ao prédio da Pinacoteca e há demonstrações lúdicas de como se evitar acidentes.

A campanha Viva Verão

ARQUIVO ACONTECE BOTUCATU

Em Botucatu é desencadeada todos os anos a chamada ‘Operação Viva Verão’, coordenada pelo Subtenente Celestino, do Corpo de Bombeiros. Apesar dos vários acidentes  registrados, essa campanha diminuiu drasticamente o número de óbitos nos últimos anos em Botucatu, ou seja, o cenário era muito pior.

A Operação Viva Verão foi criada em 2014 pelo Corpo de Bombeiros de Botucatu, em parceria com o SAMU192, Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, Projeto Crescer Seguro, Tiro de Guerra 02-048, Conselho Municipal de Turismo, entidades públicas, privadas e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa).

As atividades realizadas pela campanha são baseadas em palestras, treinamentos, atividades lúdicas, reportagens, entrevistas, exposição de equipamentos de salvamento, participação em eventos, distribuição de revistas e panfletos preventivos.

O objetivo é estimular e promover a educação preventiva, bem como a mudança de comportamento de crianças, jovens e adultos quando utilizam locais aquáticos. Desta forma, ao longo destes anos foi possível obter resultados positivos na diminuição do número de afogamentos na cidade de Botucatu e região.

O afogamento é definido como um tipo de trauma em que ocorre a aspiração de líquido não corporal. Os afogamentos podem ocorrer em rios, lagos, piscinas, oceanos e até mesmo na banheira de casa; por isso, é bom ter muito cuidado.

Fique alerta, confiras as dicas para evitar acidentes em rios, lagos, praias e cachoeiras

-Não deixe bebês sozinhos no banho ou perto de qualquer área ou recipiente que contenha líquidos;

-Atenção às crianças: mantenha-as perto e estabeleça regras rígidas de segurança;

-Em praias, rios e represas, informe-se sobre a profundidade e o melhor local para banho;

-Em embarcações, use sempre colete salva-vidas;

-Evite entrar na água após ingerir bebidas alcoólicas;

-Evite nadar sozinho, em locais isolados e durante a noite;

-Não nade contra a corrente, mas sim em diagonal. Caso não consiga sair, chame por ajuda.

O que fazer durante?

Se estiver se afogando, não lute contra a correnteza e nem entre em pânico. Tente flutuar e peça por socorro imediatamente.

Na presença de socorro, proceda exatamente como indicado pelo socorrista, de modo a facilitar o resgate.

Não tente entrar na água para salvar alguém se houver risco para sua segurança. Chame um socorrista (193) e jogue algum material flutuante, enquanto aguarda os profissionais.