Caixa informa que não é necessário “madrugar” nas filas para receber o auxílio emergencial

Nos últimos dias grandes filas se formaram em torno das agências da Caixa para o recebimento do auxilio emergencial do Governo Federal. Em Botucatu não foi diferente e até tendas foram montadas pela prefeitura para dar mais comodidade aos que esperavam por atendimento.

Porém, muitas pessoas “madrugaram” na porta da agência, com medo de ficar sem atendimento. Por conta disso, a assessoria da Caixa se manifestou, por meio de uma nota oficial, dizendo que não há necessidade de chegar cedo para guardar lugar na fila, já que todos que chegarem até as 14 horas, momento do fechamento da agências, terão atendimento garantido.

Veja a nota na íntegra:

NOTA DA CAIXA

A CAIXA esclarece que todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 14h, serão atendidas. Não é preciso madrugar nas filas, evitando, assim, períodos excessivos de espera e aglomerações.

Todos os que chegam até as 14h, horário de fechamento das agências, são informados de que o atendimento será realizado na mesma data.

Além disso, a CAIXA intensificou o atendimento às pessoas que estão nas filas, de forma a dar celeridade com prestação de informações e geração de códigos (tokens) para a realização de saques, conforme o calendário de pagamento e da necessidade de se manter o distanciamento.

Desde segunda-feira (4), todas as agências da CAIXA funcionam com horário estendido, a fim de garantir um melhor atendimento à população. E, no próximo sábado (9), mais de 2 mil agências em todo país vão abrir para atendimento do Auxílio Emergencial.

Adicionalmente, cerca de 3 mil funcionários do banco foram direcionados para o atendimento nas agências mais críticas. Além disso, estão sendo contratados novos 4.800 vigilantes (desse total, 2 mil já estão alocados) e 889 recepcionistas para reforçar a orientação e o atendimento ao público.

Cinco caminhões-agência também vão ser colocados à disposição dos beneficiários do Auxílio Emergencial em locais com maior necessidade, sobretudo no Norte e Nordeste.

O banco ainda está em contato direto com as prefeituras para fechar parcerias para organização e atendimento à população.