Botucatuense sofre com golpe e fica sem passagem de volta no aeroporto de Córdoba, na Argentina

 

Arquivo Pessoal – Douglas Barreiros

Um jovem botucatuense passou por momentos de aflição em outro país nesta quarta-feira, 19. Competindo representando a seleção brasileira de karatê, Felippe Bernardo acabou sofrendo com um golpe aplicado por uma agência de viagens e ficou sem sua passagem de volta para o Brasil. Preso no aeroporto de Córdoba, na Argentina, o atleta teve a sorte de encontrar com outros botucatuenses no local, que bancaram sua passagem de volta pra casa.

A boa ação foi promovida pelo professor de idiomas, Douglas Barreiros e por um aluno da escola Do It, Érico Vasconcelos, que além de ajudarem o atleta, ainda postaram o relato do drama vivido por Felippe no aeroporto em suas redes sociais, buscando qualquer tipo de auxílio. Integrante da Seleção Brasileira da modalidade, o botucatuense voltava para o Brasil com a medalha de ouro do Campeonato Sul-Americano de Karatê. Um feito inédito para Botucatu.

De acordo com o relato do professor, além de ter ficado sem passagens para o retorno, Felippe e outros integrantes da equipe estavam sem nenhum recurso financeiro para alimentação ou hospedagem. Isso por que, os cartões de créditos dos lutadores estavam bloqueados por conta de comprar indevidas realizadas pela suposta agência de viagens em nome dos mesmos.

Com passagem comprada pelo professor e coordenador da escola de idiomas e pelo aluno, Felippe conseguiu retornar ao Brasil e neste momento encontra-se na Capital paulista. O caso foi amplamente divulgado nas redes sociais e causou bastante comoção pelo drama vivido pelo botucatuense.