Botucatu fechou 2021 com saldo positivo na criação de empregos, diz CAGED

Cidade
Botucatu fechou 2021 com saldo positivo na criação de empregos, diz CAGED 31 janeiro 2022

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Governo Federal divulgou dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), referentes a todo o ano de 2021.

Mesmo em período de instabilidade econômica, as empresas botucatuenses fecharam o ano com bom saldo de criação de postos de trabalho.

O saldo positivo foi de 1278 postos, impulsionado especialmente pelo setor de Serviços, que sozinho criou 938 oportunidades.

“Mesmo em um ano difícil, registramos números importantes, que mostram a retomada da economia na Cidade. A criação de empregos, de oportunidades para a nossa população é uma das premissas do governo, e que vamos continuar perseguindo dia a dia”, afirmou o Prefeito Mário Pardini.

Para o mercado empresarial, Botucatu está muito bem servida de conhecimento científico e técnico. Além de dois campus da Unesp, a Cidade possui uma Fatec, uma Etec e unidades do Sistema S (SENAI, Sebrae e Senac), além de diversas universidades privadas, que garantem qualificação profissional à população.

 “Além da mão de obra especializada, Botucatu já possui em seu território grandes empresas metalúrgicas, e outras indústrias que atuam no setor da construção civil, e do setor moveleiro. Com isso, o município se torna atrativo também para empresas prestadoras de serviços e fornecedoras de insumos para essas grandes instituições, o que foi retratado nos números do CAGED”, citou Junot de Lara Carvalho, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Outro detalhe importante são os recursos que a Cidade oferece às empresas, como a ampla rede de gás natural encanado, espalhada por toda a Cidade e área rural, e também a capacidade hídrica.

 Uma das maiores obras do estado de São Paulo está sendo executada em Botucatu. Uma barragem de acumulação de água, a barragem do Rio Pardo, que garantirá a autossuficiência no abastecimento de água no Município para a população e indústrias nas próximas 6 ou 7 décadas.

 A represa a ser formada pela obra que já está em execução e tem previsão para estar concluída e operando em 2023, terá volume total de reservação de 9 bilhões de litros de água, com 566 metros de extensão e profundidade que varia entre 15 e 20 metros.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento