Botucatu continua na fase laranja após reavaliação do governo do estado

DRS-6, onde está Botucatu, não sobe de fase em nova avaliação do Governo Paulista (Foto Acontece)

 

Botucatu continua fase laranja do plano São Paulo. A informação foi dada nesta sexta-feira, 19, em entrevista coletiva do Governador João Doria no Palácio dos Bandeirantes, após reavaliações de todas as regiões do estado.

Essas reavaliações são realizadas todas as semanas e anunciadas a partir de agora todas as sextas-feiras, segundo o Governo Paulista. A chamada fase laranja do Plano São Paulo teve início em Botucatu nesta segunda-feira, dia 15

Na última semana a região da DRS-6 (Regional de Saúde) onde está Botucatu, foi rebaixada da fase amarela para a fase laranja, o que causou um enorme descontentamento.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a variação de internação é ponto preponderante para o rebaixamento ou evolução de fase. Nesse quesito a situação de Botucatu se destaca, motivo pelo qual a Prefeitura contesta a inclusão do município na fase laranja.

Nenhuma região paulista evoluiu de fase, segundo João Doria. Na apresentação de hoje, duas regiões foram rebaixadas para a fase vermelha, Marília e Registro.

Prefeitura de Botucatu recorreu

Pardini

A Prefeitura de Botucatu recorreu, mas não conseguiu êxito em um mandado de segurança impetrado no Plantão do Tribunal de Justiça. Após a publicação da sentença nesta quinta-feira, dia 18, os Procuradores do Município recorreram da decisão.

Como tem melhores números que Bauru, em quase todos indicadores, a Prefeitura de Botucatu, se baseia juridicamente em critérios estabelecidos pelo “Plano São Paulo”, do Governo Estadual, que projetou todos os indicadores, como ocupação de leitos Covid-19, leitos Covid-19 por 100 mil habitantes, variação de casos positivos, variação do número de internações e variação do número de óbitos.

Os índices acompanhados diariamente no Município comprovam que Botucatu estaria compreendida na fase amarela do Plano. Os argumentos não foram suficientes no entendimento dos Desembargadores do TJSP.

A faixa laranja prevê, por exemplo, horário reduzido de funcionamento de shoppings centers, das 6 horas na fase amarela, para 4 horas diárias neste atual cenário. O horário de atendimento do comércio e serviços também deve ser reduzido para quatro horas.

O que pode cada fase?

A fase 3 (amarela) de flexibilização permite a reabertura parcial de atividades, como comércio de rua, shoppings, bares, restaurantes e similares e salões de beleza.

Na fase 2 (laranja) é permitida a abertura do comércio com restrições e proíbe o funcionamento de restaurantes.

Já na fase 1 (vermelha), a mais restritiva, apenas atividades essenciais, como supermercados e farmácias, podem funcionar.