Avançam tratativas para construção de barragem no Rio Pardo em Botucatu

Na manhã desta quinta-feira, dia 22, o Prefeito Mário Pardini e o Secretário Municipal de Infraestrutura e Vice-Prefeito, André Peres, estiveram na sede da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, para tratar da construção de uma barragem no Rio Pardo, região da Cachoeira Véu da Noiva. A nova represa tem o objetivo de garantir, futuramente, o abastecimento de água para o Município de Botucatu.

Pardini e André Peres foram recebidos pelo Dr. Benedito Braga, Secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos e Presidente do Conselho de Administração da Sabesp. Ainda participaram da reunião, o Superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ricardo Daruiz Borsari, e o Ex-Prefeito de Botucatu e atual Presidente do FDE (Fundo de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), João Cury.

“Essa reunião foi muito importante e saio daqui com uma alegria imensa em notar o empenho do Secretário Dr. Benedito Braga em dar andamento nesse projeto. Tivemos a informação de que em vinte dias teremos nas mãos a outorga dessa obra, que é o passo mais importante para conseguirmos o licenciamento ambiental”, comemorou Pardini.

Agora, além do licenciamento ambiental, o Executivo precisa buscar recursos para a obra, orçada em aproximadamente R$ 40 milhões. “Não me preocupo em entregar essa obra durante meu mandato, mas ela precisa sair do papel. Vamos alagar uma área aproximada de 80 alqueires e ter uma vazão de mil litros de água por segundo, o que afastaria qualquer risco de faltar água para Botucatu nos próximos 40 anos”, explicou o Prefeito.

Enquanto Superintendente da Sabesp, Pardini atravessou com sucesso a pior crise hídrica da história do Estado de São Paulo, portanto, sabe da necessidade desse investimento.

“Vamos beneficiar não só a população da cidade, mas também o homem do campo, ou seja, o agricultor, que sofreu em 2014 e 2015 com o a falta de água nos mananciais. Iremos atender com folga as indústrias, que também tiveram que reduzir a produção durante a crise hídrica, como foi o caso da Duratex, sem contar as novas condições de lazer e turismo para Botucatu, que serão criadas na região da represa”, explicou Pardini.

A presença do Ex-Prefeito João Cury foi importante para o fortalecimento das relações entre o Município e o Estado, consequentemente as tratativas para o projeto da nova represa. “O João acreditou nesse sonho lá atrás, ele faz parte dessa história e não pode ficar fora desse processo”, finalizou o Prefeito de Botucatu.