Aprovado projeto que autoriza subsídio em tarifa de transporte coletivo em Botucatu

Em quase três horas e meia de trabalhos legislativos os vereadores da Câmara Municipal de Botucatu aprovaram na noite desta segunda-feira, 22, três dos quatro projetos que estavam em pauta nas sessões Ordinária e Extraordinária.

Durante a sessão ordinária, foram apreciados 2 votos de pesar, 18 requerimentos, 3 moções e 14 indicações. Um projeto que estava na pauta teve pedido de vistas e deverá retornar a votação na próxima semana. O projeto trata da denominação do Centro de Educação “Canal Comunitário da Cidade de Botucatu”. Já o projeto de autoria do vereador Palhinha (DEM),que declarada de Utilidade Pública a “Associação Sagrado Coração de Jesus”, foi aprovado.

Sessão Extraordinária

Realizada na sequência da Sessão Ordinária, por volta das 23h00, a Extraordinária tinha dois projetos em pauta, que foram aprovados por unanimidade. O primeiro foi o Projeto de Lei 4/2021, que autorizou o município a subsidiar até 25 centavos da tarifa por passageiro do Sistema de Transporte Coletivo Urbano e prorrogou o prazo de concessão desse subsídio por mais 18 dezoito meses a partir de março desse ano. Desta forma, o valor atual da tarifa ao usuário, que é de R$3,55, será mantida.

O segundo foi o Projeto de Lei 5/2021, que autorizou a prefeitura a celebrar convênio com o estado de São Paulo para a transferência de recursos destinados à contratação de serviços de castração para 500 cães e 500 gatos.

A íntegra dos trabalhos legislativos pode ser assistida em reprise na TV Câmara Botucatu ou acessada Youtube da Câmara.