Após solicitação do Prefeito, Banco do Brasil consolida permanência de agência na Vila dos Lavradores

 

Na tarde desta segunda-feira, 21, em uma reunião com representantes do Banco do Brasil, o Prefeito Mário Pardini recebeu a notícia da permanência do BB na Vila dos Lavradores.

No início deste ano, a instituição anunciou o fechamento das duas agências localizadas na região, uma na Rua Major Matheus e outra na Rua Braz de Assis. A ação faria parte de um plano de redução da marca, que abrangeria 402 agencias em todo o país.

A Prefeitura apresentou justificativas para que o BB cancelasse a medida e em fevereiro recebeu a informação da suspensão do fechamento até que uma nova decisão fosse tomada pela administração do banco. Ao lado do Superintendente Estadual do Banco do Brasil, Marcelo Palhano, Pardini comemorou o resultado final.

“No começo dessa história eu acreditava que a chance de conseguirmos reverter o fechamento do banco na Vila dos Lavradores era de 0,1%, mas tinha convicção de que não desistiríamos enquanto houvesse chance. Conseguimos graças à sensibilidade do Banco e da sua direção que entenderam os prejuízos que o fechamento causaria. Mais uma vitória da população, que nos cobrou para buscarmos essa decisão favorável”, afirmou Pardini.

O Banco do Brasil permanece no “Bairro”, na agência localizada na Major Matheus. O Município está entre as únicas duas cidades que conseguiram reverter a decisão inicialmente expedida pela instituição que atingiu centenas de municípios no País. Vale ressaltar que a solicitação foi embasada de critérios técnicos, demonstrando a viabilidade da permanência de uma das agências.

“O Banco do Brasil fez uma nova analise do potencial de negócios e decidiu manter uma agência na Vila dos Lavradores. Afirmamos nossa parceria com a Prefeitura de Botucatu e convidamos os nossos clientes para que continuem a nos prestigiar. Para o BB, é muito importante manter o contato com uma cidade tão relevante para o Estado”, cita Palhano.

A Vila dos Lavradores é considerada um “segundo Centro” de Botucatu e colabora para que a Região Norte do Município tenha aproximadamente 50 mil habitantes com infraestrutura contendo redes bancárias, supermercados, farmácias e comércio local.