Após casos suspeitos de dengue, Vigilância faz bloqueio no Marajoara e Jardim Vista Linda

A Vigilância Ambiental em Saúde de Botucatu iniciou nesta segunda-feira, 11, dois bloqueios de controle de criadouros (BCC) no entorno de dois casos suspeitos de dengue: um no Parque Marajoara e outro no Jardim Vista Linda.

O BCC é uma atividade desencadeada a partir de um caso suspeito ou confirmado de dengue e consiste nas visitas dos agentes de combate às endemias aos imóveis de uma área determinada, eliminando criadouros de mosquitos e orientando os responsáveis a adotarem medidas para evitar a proliferação deste vetor, o Aedes aegypti.

“O objetivo desta atividade é quebrar o ciclo de transmissão da dengue, que se dá quando o mosquito sadio pica uma pessoa doente, se infecta e transmite a doença ao picar uma pessoa sadia. Que a população nos ajude nessa luta permitindo a entrada dos agentes nos imóveis e seguindo as orientações para evitar a proliferação de mosquitos”, afirma Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.

Em 2019, foram confirmados 6 casos de dengue em Botucatu, sendo 1 autóctone (quando não houve deslocamento para outro município de 3 a 15 dias antes do aparecimento dos primeiros sintomas) e 5 importados (quando houve deslocamento e o local provável de infecção é outro município).

A Vigilância Ambiental em Saúde orienta a população para que procure o serviço de saúde ao aparecimento de sinais característicos de dengue como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, dores nas articulações, cansaço e indisposição.