Zootecnia participa da Integração Acadêmica da Unesp

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, realizou, entre os dias 20 e 24 de maio, a segunda edição da Semana de Integração Acadêmica (Sinta) do curso de Zootecnia. O tema do evento foi Zootecnia Sustentável.

A Sinta é uma atividade pedagógica desenvolvida como uma oportunidade de comunicação e interação entre universidade e sociedade. Ao longo da semana, cerca de 230 alunos e 17 docentes tutores (incluindo professores da Faculdade de Ciências Agronômicas e do Instituto de Biociências), divididos em 11 grupos de trabalho, desenvolveram projetos e vivenciaram novas metodologias de ensino e aprendizagem.

Segundo o professor Ricardo de Oliveira Orsi, que coordenou o evento ao lado do professor Paulo Roberto de Lima Meirelles, o envolvimento e o empenho dos alunos foram maiores em relação ao evento do ano passado. “Eles deram conta do recado com desenvoltura e trabalhando coletivamente. Foi surpreendente o dinamismo que percebemos em todos os grupos”.

Para Orsi, do ponto de vista pedagógico, é bastante válido tirar os alunos da sala de aula e, através dos projetos, aproximá-los da realidade da profissão, trabalhando ao lado de colegas com conhecimentos e pensamentos diversos. “A ideia é estimulá-los a discutir e resolver questões que tragam benefícios para a população. Eles aprendem a usar o conhecimento que já receberam, buscar novas informações, trabalhar em grupo, aprender a conviver com as diferenças e exercitar o senso crítico. Todos amadurecem com essa vivência”.

Os alunos endossam a opinião do professor. Marcia Pereira da Silva, do 4º ano de Zootecnia participou da Sinta pela segunda vez e gostou muito da experiência. “Nesse segundo ano notei uma melhora na desenvoltura dos alunos e também dos professores. Acho a atividade enriquecedora pelo contato com os colegas de outros anos e pela postura que aprendemos a ter frente a um produtor ou aos órgãos públicos, por exemplo”.

Márcia participou do grupo “Sustentabilidade na produção pecuária: estratégias e ações”, orientado pelos professores Cyntia Martins, Rogério Curi, André Mendes Jorge. “Nas propriedades rurais da nossa região não encontramos ações voltadas para a sustentabilidade. Portanto, elaboramos uma cartilha para ajudar conscientizar o produtor sobre ações mais sustentáveis que aumentem sua produção sem agredir o meio ambiente”.

Também do 4º ano de Zootecnia, Alex Shinohara participou do grupo Aquicultura Sustentável, orientado pelos professores Edvaldo Pezzato e Margarida Maria Barros. “Pesquisamos sobre possíveis medidas para buscar sustentabilidade na aquicultura, tais como o consórcio de plantas aquáticas para diminuir a quantidade de poluentes na água e o manejo nutricional, entre outras”.

Alex também aprova a realização da Sinta. “É legal, principalmente, por termos contato com colegas de outros anos de uma maneira que não aconteceria nas aulas normais. Além disso, participar enriquece nossa formação por permitir o contato com o setor produtivo e possibilitar estudarmos coisas que não aprendemos nas salas de aula”.

Com o saldo positivo de mais uma edição do evento, a tendência é que a Sinta se consolide. “Creio que a Sinta deva continuar. Foi um ganho fantástico para o curso”, analisa o professor Orsi. “Quero agradecer a participação dos docentes, dos servidores técnico-administrativos e, principalmente, parabenizar os alunos. Percebemos que todos deram seu melhor, num esforço coletivo que enriquece o curso de Zootecnia”.