Unesp “banca” o curso de Medicina para Bauru

Diante do desejo histórico de aumentar o numero de vagas de seu curso de graduação de Medicina e por haver, em Bauru, uma oportunidade de viabilizar esse crescimento, a Faculdade de Medicina (FM) da Unesp, Câmpus de Botucatu/Unesp, elaborou, com o aval de sua Congregação, um projeto para a criação de 60 novas vagas. A proposta está atualmente em análise no Governo do Estado de São Paulo. A expansão ocorreria junto a Faculdade de Ciências, no câmpus da Unesp, em Bauru, sob coordenação da FM.

O projeto somente poderá ser concretizado com recursos extras aos atuais repassados pelo Governo do Estado ? Unesp, já que a universidade não possui hoje recursos econômicos para financiar essa iniciativa e, apenas dessa forma seria possível concretizar adequações estruturais e contratação de professores, entre outras medidas necessárias para a criação de novas vagas.

Cabe ainda explicar que, atualmente, a Faculdade de Medicina de Botucatu e o Instituto de Biociências de Botucatu – onde é ministrado o ciclo básico do curso de Medicina – não dispõem da estrutura física e dos recursos humanos necessários para abrigar novos alunos. As unidades estudam a possibilidade futura de adequação para outros 30 estudantes.

Diante disso, a Direção da FMB entende que há, em Bauru, um cenário de ensino adequado para a instalação de novas vagas do curso de Medicina de Botucatu, já que o município conta com cinco unidades de saúde administradas pela Fundação para o Desenvolvimento Hospitalar (Famesp).

A Direção também informa que somente após a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa é que o assunto voltará a ser discutido na Congregação da FM para ser na seqüência encaminhado ao Conselho Universitário, órgão máximo decisório da Unesp.

Fonte:
Direção da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp