Totem turístico é instalado no Museu do Café

A Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo realizou no Museu do Café da Fazenda Lageado, a cerimônia de lançamento da segunda etapa do projeto de instalação de totens com informações culturais/turísticas. O evento também fez parte das comemorações pelos 50 anos de atividades da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp.

Participaram da cerimônia o vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior; secretário de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira; diretor da FCA, Professor João Carlos  Cury Saad; coordenador do Museu do Café, José Eduardo Candeias; e o secretário executivo do Conselho Municipal do Turismo (Comutur), Lucas Martin. Também estiveram presentes os alunos do Curso de Turismo Rural da turma do Porto Said e outras autoridades.

O projeto é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo e  Conselho Municipal de Turismo (Comutur). Cada totem é uma estrutura de metalon de 2 metros de altura por 0,50cm de largura. Ele traz foto, mapa ilustrado do Centro Histórico e informações do lugar visitado, como sua história e estilo de arquitetura, tudo traduzido também para a língua inglesa.

Na primeira fase do projeto, realizada no segundo semestre de 2014, já haviam sido instalados totens em outros cinco locais: Praça Rubião Júnior, em frente aos prédios do EECA, Escola Municipal – Dr. Cardoso de Almeida (Cardosinho), Caridade Portuguesa, e Catedral Metropolitana de Sant’Anna. O investimento na primeira etapa foi de R$ 15.600.

 

Novos pontos

 

Nesta segunda fase do projeto foram contemplados com totens o Museu do Café; prédio principal da Prefeitura; Casa das Meninas; Misericórdia e prédio da Secretaria Municipal de Educação (Antigo Seminário). O descerramento simbólico do primeiro totem desta segunda etapa do projeto foi realizado no Museu do Café, da Fazenda Lageado.

“A escolha da FCA para fazer parte desse elenco do projeto de sinalização turística com os totens mostra o apreço que a Prefeitura tem por nossa Fazenda Lageado e pelo Museu do Café. Só temos a agradecer”, salientou o diretor da FCA, Professor João Carlos Cury Saad.

Segundo Pereira, a segunda etapa do projeto contou com o investimento de aproximadamente R$ 15.905,00. A verba foi destinada pelo Fundo Municipal de Turismo (Fundetur). “Vale salientar que todos os textos contidos neles contaram com apoio na elaboração do historiador da nossa Cidade, João Carlos Figueiroa. Além do lançamento dessa segunda fase o projeto ainda contará com mais três etapas que contemplarão outros pontos de Botucatu ”, comenta.

O vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior; em seu discurso elogiou o trabalho atuante realizado pela Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo e Comutur. Também ressaltou a comemoração dos 50 anos da FCA e das atividades desenvolvidas no Museu do Café da Fazenda Lageado.

Na oportunidade ele relembrou uma viagem pessoal que fez para a Sibéria (região entre a Rússia e o Cazaquistão) onde pela primeira vez teve contato com a sinalização de totens turísticos. “Nessa viagem tive a oportunidade de conhecer todo o local por meio da sinalização dos totens já que não falava o idioma local. Então levei para a equipe do Turismo da Prefeitura essa experiência. Eles não mediram esforços e abraçaram a causa deste projeto que viabiliza a visitação autoguiada”, enfatiza.