Rede Municipal sobe de nível na alfabetização infantil em 2010

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com o apoio da Secretaria de Educação Básica (SEB), apresentou ? sociedade, em abril de 2010, a Avaliação da Alfabetização Infantil denominada “Provinha Brasil”, uma importante ação, implementada para atender a demanda por informações sobre o nível de alfabetização das crianças, ainda nos primeiros anos de escolarização (2º ano), visando a intervenção pedagógica e administrativa em tempo de sanar as dificuldades detectadas.

No primeiro semestre de 2010, a distribuição da Provinha Brasil foi total. Todas as unidades escolares da rede municipal e estadual que possuíam o 2º ano participaram do processo. A aplicação da Provinha seguiu critérios que buscam a fidedignidade dos dados: troca dos professores da classe; retirada dos materiais de leitura de apoio das salas de aula; acompanhamento dos coordenadores pedagógicos na realização da provinha; sigilo do conteúdo da prova até momento de aplicação.

A Secretaria Municipal de Educação de Botucatu nomeou uma comissão para correção e lançamento dos dados para gerar planilhas pedagógicas de intervenção. Os dados da rede municipal apresentaram um total de 24 pontos, média de 17,2 no primeiro semestre, equivalente ao nível 3.

No final deste segundo semestre de 2010, a Secretaria Municipal de Educação recebeu o “Segundo Kit da Provinha Brasil” do Inep. A aplicação deu-se nos mesmos moldes, porém por amostragem com o intuito de possibilitar uma comparação dos resultados atuais com relação ao diagnóstico realizado no primeiro semestre da avaliação, identificando os avanços alcançados e as limitações que eventualmente persistiram.

Segundo um dos orientadores pedagógicos da pasta, Adauto de Jesus Pereira, a Secretaria de Educação alegra-se pelo índice do segundo semestre que apresentou um aumento de três pontos percentuais comparativamente ao primeiro: 20.3 – nível 4 na rede municipal. “Parabenizamos as escolas que se dedicaram a intervir no processo de aprendizagem de seus alunos. Elas estão cientes dos desafios e das habilidades a serem trabalhadas com os alunos em 2011”, conta.

Para o secretário municipal de Educação, Narcizo Minetto Júnior (foto), o crescimento tem que ser sempre gradativo. “Fico muito feliz que isto tenha ocorrido em 2010. Mostra que o Município cresceu. Estamos no caminho certo tanto no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica [Ideb] quanto na Provinha Brasil, na qual esperamos em breve alcançar o nível 5, que é o de excelência”, finaliza.

{n}Provinha Brasil {/n}

É uma avaliação diagnóstica do nível de alfabetização das crianças matriculadas no segundo ano de escolarização das escolas públicas brasileiras. Essa avaliação acontece em duas etapas: uma no início e a outra ao término do ano letivo.

A aplicação, em períodos distintos, possibilita aos professores e gestores educacionais a realização de um diagnóstico mais preciso que permite conhecer o que foi agregado na aprendizagem das crianças, em termos de habilidades de leitura dentro do período avaliado.

A partir das informações obtidas pela avaliação, os gestores e professores têm condições de intervir de forma mais eficaz no processo de alfabetização aumentando as chances de que todas as crianças, até os oito anos de idade, saibam ler e escrever, conforme uma das metas previstas pelo Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação.

A Provinha Brasil é elaborada pelo Inep, e distribuída pelo MEC/FNDE para todas as secretarias de educação municipais, estaduais e Distrito Federal. Assim, todos os anos os alunos da rede pública de ensino, matriculados no segundo ano de escolarização, têm oportunidade de participar do ciclo de avaliação da Provinha Brasil.

{n}Como é a prova? {/n}

Até 2010 cada teste da Provinha Brasil era composto por 24 questões de múltipla escolha, com quatro opções de resposta cada uma. A partir de 2011 os testes serão compostos de 20 questões. Algumas delas serão lidas pelo aplicador da prova – na íntegra ou em parte – e outras apenas pelos alunos.

{n}Quando ocorre a prova? {/n}

Em cada ano ocorre um novo ciclo de avaliação da Provinha Brasil. Cada ciclo é composto por duas etapas. A avaliação é realizada em dois momentos durante o ano letivo: ao início do 2º ano de escolarização e ao final desse mesmo ano letivo. Sugere-se que o primeiro teste seja aplicado, preferencialmente, até o mês de abril, e o segundo teste, até o final de novembro.

{n}O que é avaliado? {/n}

As habilidades avaliadas por meio da Provinha Brasil estão organizadas na Matriz de Referência para Avaliação da Alfabetização e do Letramento Inicial. Como nem todas as habilidades a serem desenvolvidas durante o processo de alfabetização e letramento, como a oralidade, são passíveis de verificação em uma prova objetiva, foram selecionadas as habilidades consideradas essenciais para a alfabetização e letramento para a elaboração da Matriz de Referência. Cada questão do teste avalia, de forma preponderante, uma das habilidades descritas na Matriz.

Fonte: Secretaria de Comunicação
Foto: Divulgação