Projeto Douradinho chega ? região de Botucatu

O Projeto Douradinho (www.projetodouradinho.com.br) chega a sua terceira edição, que acontecerá no interior de São Paulo, depois de percorrer mais de 12 mil km em estados do Norte, Nordeste e Centro Oeste.

De 14 de março a 16 de abril a equipe da produtora Caraminholas, responsável pelo projeto, percorrerá diversas cidades paulistas, como Sumaré, Piracicaba, Botucatu, Assis, Santa Bárbara d`Oeste e Rio das Pedras. Patrocinado pela Taesa através da Lei Federal de Incentivo a Cultura, a iniciativa segue levando estímulo ? leitura e ? conscientização ambiental, para alunos e professores de escolas públicas. Em Botucatu o projeto chega no dia 23 e passa por Anhembi e São Manuel (24) e Pratânia (25).

Nesta terceira edição, serão distribuídos gratuitamente 23 mil exemplares do livro “Amiga Lata, Amigo Rio”, além da realização de 60 encontros com o autor Thiago Cascabulho. “Esta é uma grande oportunidade para os alunos do quarto ano do interior de São Paulo conhecerem a fantástica história do peixe Douradinho e aprenderem um pouco mais sobre como preservar o meio ambiente a sua volta”, diz o autor.

Em 2011, o Projeto Douradinho, desenvolvido pela Caraminholas Produções, alcançará a marca de 55 mil livros distribuídos e 170 encontros realizados ao longo de suas três edições. Além da obra “Amiga Lata, Amigo Rio”, todos os professores envolvidos com o projeto recebem uma cartilha pedagógica, instrumento precioso para a utilização do livro de forma multidisciplinar.

Esta nova edição virá com algumas novidades, como um jogo de perguntas e respostas sobre as relações do homem com o meio ambiente. O jogo ficará disponível no site do projeto e poderá ser acessado e modificado pelos professores para uso em outras ocasiões. Na página eletrônica, também será possível encontrar o livro em PDF e sua versão em áudio, narrada pelo autor.

Cada exemplar do livro é acompanhado de um cartão postal em branco, que faz parte da estratégia pedagógica, em que os alunos poderão expor os problemas ambientais de seu município. O site do Projeto Douradinho é o lugar onde todas as iniciativas se encontram, abrigando também fotos, entrevistas e textos produzidos durante e depois da realização do projeto.

Em 2011, o livro “Amiga Lata, Amigo Rio” completa dez anos de existência e é um exemplo da profissionalização no meio cultural e bom uso da Lei Rouanet. “Quando escrevi o livro, não tinha ideia de que ele alcançaria tamanha projeção, com tantos exemplares distribuídos e duas adaptações para o teatro, inclusive um musical que já saiu em turnê para o Equador e Colômbia”, conta o autor.

Ainda para este ano, a produtora Caraminholas planeja lançar a versão em e-book de “Amiga Lata, Amigo Rio” em português, inglês e espanhol.

{n}Sobre a Caraminholas Produções {/n}

A Caraminholas é uma produtora especializada em projetos itinerantes e multimídias, integrada pelos jornalistas Alexandre Malaguti, André Comber e Thiago Cascabulho. Com cinco anos de atividade, a Caraminholas possui, além do Douradinho, outros projetos itinerantes aprovados pela Lei Rouanet em processo de captação de recursos, entre eles “Quatro Cantos de Euclides”, sobre Euclides da Cunha, “Letras Verdes”, uma oficina desenvolvida a partir do livro “Amiga Lata, Amigo Rio”, e “Buriti Viola”, sobre o Cerrado.

“Com a quilometragem que já percorremos com o projeto Douradinho, ganhamos experiência em ações itinerantes, que envolvem regiões e culturas distintas”, explica Thiago Cascabulho. “É muito raro o mesmo projeto ser aprovado três vezes consecutivas pela Lei Rouanet e ter o mesmo patrocinador em todas as edições, como aconteceu com o Douradinho – é a prova de que traz grande retorno para a sociedade”, conclui.