Locomotiva “Vintinha” é retirada do Espaço Cultural

A locomotiva “Maria Fumaça”, conhecida como “Vintinha” que estava exposta no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão”  foi transferida para uma área em frente a antiga estação ferroviária de Botucatu. O secretário de Esportes, Lazer e Turismo, Antonio Carlos Pereira, explica que a transferência da locomotiva para o novo local atende a um pedido de ferroviários e familiares de trabalhadores da estrada de ferro.

“O prefeito João Cury se sensibilizou e também entendeu que a estação seria um melhor local para ela. Nós realizamos a transferência da Vintinha com a melhor logística possível e toda segurança. O transporte foi realizado por uma empresa de Bauru e dois guindastes de Jaú. Contamos com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). O processo foi realizado bem cedo perto das 6h30 e seu término por volta das 11h30, não houve nenhum transtorno no trânsito da cidade”, informa.

Pereira ainda enfatiza que no novo local da locomotiva possui segurança 24 horas. “Na Casa da Juventude há uma guarita com segurança 24 horas que fica defronte o novo local da Vintinha. Sem contar que o espaço oferece mais acesso para população ver a locomotiva de perto. A primeira etapa foi concluída que é a transferência da máquina. O segundo passo agora é fazer uma cobertura condizente com o que a Vintinha representa para a história da ferrovia e para a família dos ferroviários. A implantação do trem é um sonho que vamos fazer com um cronograma bem transparente”,  salienta.

A Maria Fumaça “Vintinha” faz parte da história de Botucatu, que no início do século passado respirava intensamente as atividades que cercavam o transporte por meio das linhas dos trens da antiga Estrada de Ferro Sorocabana. A locomotiva terminou de ser restaurada em 2012 no valor de aproximadamente R$ 400 mil.