Inscrições abertas para mais um curso de turismo rural em Botucatu

Até o dia 24 de fevereiro estarão abertas as inscrições para o curso de Turismo Rural em Botucatu, que apresenta aos alunos técnicas apropriadas para o desenvolvimento de negócios de turismo em propriedades rurais. A ação é promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com o Sindicato Rural de Botucatu e a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo com apoio do Sebrae.

O curso gratuito inclui material e alimentação. A duração será de 240 horas, divididas em dez módulos, sendo um por mês de 24 horas. Cada módulo será realizado em três dias com carga horária de oito horas diárias. Os pré-requisitos para participar são: idade mínima de 18 anos, ser alfabetizado, possuir propriedade rural ou estar envolvido na área.

Durante o curso o aluno terá aulas sobre atendimento, hospedagem, gastronomia, turismo de aventura, administração e ações que poderão ser aplicadas na propriedade rural.

Os interessados em realizar suas inscrições devem procurar a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo (Rua Maria Joana Félix Diniz, nº 1.492 – Vila Auxiliadora) munidos de RG e CPF. As vagas são limitadas. Outras informações através do telefone 14 3811-1492. No dia 25 de fevereiro, às 18 horas, no Sebrae, será realizada uma reunião com os interessados no curso.

Botucatu Terra da Aventura

O crescimento do Projeto Botucatu Terra da Aventura tem aberto novas oportunidades para quem aposta no turismo rural. Com alimentação e entretenimento, as propriedades têm se preparado para bem receber a todos que esperam conhecer a cidade e suas belezas naturais. São exemplos a Cantina Bela Vista, no Vale da Indiana e a Estância Jacutinga, no bairro de Santo Antonio do Sorocaba. Em ambos os casos, os proprietários foram alunos do curso.

“Há em Botucatu uma necessidade imensa de locais apropriados para receber turistas. Cachoeiras, mirantes e trilhas precisam ser estruturados pelos proprietários rurais com a intenção de ter no turismo uma segunda fonte de renda ou a principal. A cidade ainda não tem um camping estruturado ou uma pousada aconchegante na Cuesta. São negócios que podem ser desenvolvidos com as técnicas adquiridas no curso”, enfatiza Antonio Carlos Pereira, Secretário Municipal de Esportes, Lazer e Turismo. 

(Ass. de Imprensa da Prefeitura de Botucatu)