Escola da Embraer já tem seu local para ser instalada

Na tarde desta segunda-feira (13), a administração municipal deu mais um passo importante visando a instalação de uma escola do Instituto Embraer de Educação e Pesquisa em Botucatu. O prefeito João Cury Neto e a Procuradora do Estado, chefe da Procuradoria Regional de Bauru, Marta Adriana Gonçalves Silva Buchignani, formalizaram a assinatura da escritura pública de um terreno de 205.333,26 metros quadrados, que o Estado está doando ao município e onde será construída a nova escola.

O ato foi acompanhado pelo secretário municipal de Negócios Jurídicos, Antonio Henrique Nicolosi Garcia; pelo dirigente regional de ensino, Valdir Paixão; pelo ex-secretário municipal de Administração, João Cícero Buchignani e pelo advogado da Embraer, Sérgio Aun.

No ano passado, em pouco mais de 20 dias a Assembleia Legislativa de São Paulo recebeu, analisou e votou o projeto que tratava do assunto. No dia 26 de setembro de 2011, o governador do Estado Geraldo Alckmin enviou para apreciação dos deputados o projeto de lei nº 930/2011 que autorizava a Fazenda a doar ao município o referido terreno, remanescente da instalação do Hospital Cantídio de Moura Campos, ocorrida na década de 1960. Após entendimentos entre a Prefeitura e a Embraer, o local foi apontado como o mais apropriado para abrigar a construção do novo colégio na cidade.

A necessidade em ver o projeto aprovado rapidamente levou o prefeito João Cury a se reunir pessoalmente com o presidente da Assembleia Legislativa, Barros Munhoz. Acompanhado de Sérgio Aun, o chefe do Executivo Municipal teve a oportunidade de apresentar em detalhes a proposta de instalação do Colégio em Botucatu e ganhou um importante aliado. O prefeito também buscou apoio junto ao líder da bancada do PSDB, deputado Samuel Moreira. Dias depois foi aprovado o regime de urgência para apreciação da matéria, que levada ao plenário foi aprovada no mesmo dia pelos deputados e publicada no Diário Oficial no dia 19 de outubro de 2011.

“Toda essa articulação, além do empenho pessoal do doutor Sérgio (Aun), foram fundamentais para que o projeto fosse aprovado em tempo recorde, criando condições para que o sonho de contar com a Escola da Embraer em Botucatu seja concretizado o mais breve possível”, afirmou João Cury.

Depois disso, a Prefeitura elaborou projeto de lei, que já foi aprovado pela Câmara Municipal, autorizando a doação da área para que a Embraer possa viabilizar a construção do colégio destinado a atender alunos do ensino médio no município. “Estamos trazendo para Botucatu um dos melhores colégios do país. Será uma grande oportunidade para que alunos vindos de escolas públicas possam ter uma preparação de excelência para o vestibular e ingressarem nas melhores universidades do país”, enfatiza João Cury.
“Agora temos que trabalhar no registro da escritura e no desmembramento das áreas para posterior doação ? Embraer. Acredito que esse processo estará finalizado em meados do mês de abril”, anuncia Nicolosi.

{n}Sobre o Colégio Embraer{/n}

Em 2002, o Instituto Embraer de Educação e Pesquisa criou o Colégio Embraer Juarez Wanderley, em São José dos Campos (SP). Atualmente atende a 600 alunos nas três séries do ensino médio, em regime de tempo integral (10 horas/dia – 6.000 horas-aula em 3 anos). Os alunos recebem, gratuitamente, educação de qualidade, alimentação no local, transporte, uniforme e material didático.

Todos os alunos são egressos da rede pública de ensino fundamental e sua admissão é por concurso conduzido pela Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP). Desde que foi criado, os alunos do Colégio tem mantido o nível de 100% de aprovação nos vestibulares, e de 80% de aprovação nas universidades públicas.

Em 2010, o Colégio Embraer conquistou o quarto lugar do Estado de São Paulo no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), avançando quatro posições em relação a 2009, quando se posicionou em oitavo lugar. No ranking nacional, o Colégio aparece como a 30ª melhor escola do País, subindo cinco posições em relação ao ano anterior.