Dia de Campo Florestal na FCA reúne 300 participantes

Cerca de 300 pessoas, entre estudantes, profissionais do setor florestal e produtores participaram do 11º Dia de Campo Florestal, realizado pela Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) no dia 26 de agosto. Atividades fizeram parte da comemoração aos 50 anos da FCA.

No campo, o evento apresentou demonstrações como picador móvel de madeira; desrama semiautomática; manejo integrado de pragas; desbrota; plantio de mogno africano, cedro australiano, eucalipto e pinus; inventário florestal e combate a formigas. Houve ainda uma parte teórica com palestras sobre temas como cultivo do bambu, novas tecnologias para produção florestal, consórcio de plantas nativas e exóticas, produtividade florestal e plantio do cedro australiano.

Glauco de Camargo e Silva, produtor de Minas Gerais, esteve pela primeira vez no evento e garantiu que volta nas próximas edições. “Vim para o evento em busca de informações sobre aspectos comerciais e já aprendi muitas coisas novas aqui. É possível encontrar muita gente e se situar no mercado.Estou achando muito bom e pretendo voltar no ano que vem”.

Pequeno produtor do Rio de Janeiro, Guilherme Lessa tem plantios de bambu e eucalipto.  “Vim para conhecer um pouco mais sobre o assunto. Estou achando o evento ótimo, perguntando bastante e aprendendo. Embora eu faça tudo em pequena escala, as informações oferecidas aqui valem muito a pena”.

Para o professor Saulo Guerra, coordenador do evento juntamente com o professor Carlos Frederico Wilcken, o Dia de Campo foi bem sucedido, apesar das dificuldades para sua realização. “O evento precisou se ajustar à realidade da crise econômica do país e o balanço geral foi positivo. Tivemos as atividades teóricas e práticas no campo sem prejuízo de qualidade para os participantes”, explica.

Também cita as inovações como plantio de pinus, picador estacionário de madeira, pela primeira vez no evento, atendendo a uma demanda de pequenos e médios produtores que precisam de tecnologias voltadas para eles. “O apoio dos patrocinadores e da FCA/Unesp e de suas Fazendas de Ensino, Pesquisa e Extensão, da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais e do grupo MultiFlorestas foi essencial para o sucesso do evento”.

Da Assessoria