Creches do Rio Bonito e Vitoriana em fase final

Em mais uma ação voltada ? ampliação da oferta de vagas para a educação infantil no município, a Prefeitura de Botucatu trabalha na adaptação do prédio que abrigará a nova creche do Rio Bonito. A instalação de uma unidade de ensino naquela localidade era um pedido antigo dos moradores que finalmente será atendido pela Secretaria Municipal de Educação.

O prédio está localizado próximo a vicinal Gentil Lourenção, no início da nova estrada que foi aberta pela Prefeitura para ligar o Rio Bonito ao Porto Said. A creche contará com amplas salas, berçários, fraldário, lactário, refeitório, cozinha, sanitários, entre outros ambientes. As instalações já estão praticamente prontas para receberem o mobiliário.

A empresa contratada para executar os serviços trabalha na construção do muro que cercará o imóvel. A previsão é que o serviço seja concluído em 20 dias. Depois disso será feita limpeza do terreno para receber o paisagismo. “Acredito que em meados de outubro o prédio estará pronto para ser inaugurado. A creche terá capacidade para atender até setenta crianças”, informa a secretária municipal de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira.

A nova creche do Rio Bonito, que também atenderá crianças que residem na Mina, Porto Said e Alvorada da Barra, será administrada por uma Organização Social (OS) credenciada pela Secretaria Municipal de Educação através do PAI (Programa de Assistência ? Infância).

Será assinado um contrato de gestão que estabelece uma série de metas a serem cumpridas, que levam em conta a qualidade do serviço oferecido e o número de crianças atendidas. Caberá ? entidade a contratação dos funcionários por meio de um processo seletivo. O prefeito João Cury ressalta que a o PAI, lançado em 2010, é um importante instrumento para que a ampliação da oferta de vagas em creche no município seja contínua.

“A partir da criação do PAI passamos a trabalhar dentro da perspectiva de que podemos oferecer cada vez mais. Os pais podem contar conosco. Mais do que simplesmente atender nossas crianças, vamos continuar investindo pesado na qualidade da educação oferecida a elas. Esse é o compromisso do nosso governo”, declara.

{bimg:42887:alt=interna:bimg}

Também no Distrito de Vitoriana a reforma e ampliação da Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) de Vitoriana seguem em ritmo acelerado. A obra faz parte do plano de melhoria e modernização da estrutura física das unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação. O prédio, localizado ? s margens da Rodovia Alcides Soares, foi inaugurado em abril de 1986 e passou por ampliação em junho de 2000. Por se tratar de instalações bastante antigas, o desgaste natural do tempo contribuiu para surgimento de problemas como rachaduras.

Em razão disso, a atual administração resolveu promover uma ampla reforma que também contempla ampliação dos espaços. Atualmente, a unidade atende 150 crianças de quatro meses a seis anos de idade, divididas entre a creche e educação infantil. Para que as obras pudessem ser executadas foi necessário transferir os alunos para um novo local. A Secretaria de Educação alugou duas casas – onde antigamente funcionava o posto de saúde – com essa finalidade.

A empresa VPA Engenharia Ltda., vencedora do processo licitatório, executa os serviços ao custo de R$ 519.478,71. O projeto da nova creche de Vitoriana contempla cinco amplas salas de aula, sala de professores/coordenação, diretoria/secretaria, sanitários, lavanderia, amplo refeitório, depósito, cozinha, despensa, solários (2), amplos berçários (2), fraldários, lactário, varanda, jardim e área para carga e descarga. Expectativa é que com as obras seja possível ampliar o número de vagas, passando de 150 para 200 crianças.