Ciclista aventureiro divulga o Museu do Café pelo País

Foto:  Divulgação

 

O Museu do Café, nem bem terminou seu projeto de divulgação na Europa, graças ao apoio do motociclista botucatuense Sérgio Gaspar, que retornou em setembro, agora divulgação do logotipo do Museu está sendo feito pelo ciclista amazonense Valdeni Pinheiro Alves, que  reside atualmente em Porto Velho, Rondônia,

Ele é o recordista brasileiro por percorrer todas as capitais brasileiras no menor tempo possível. Esse recorde foi conseguido em 2011 quando, saindo de Humaitá e retornando a Macapá, percorreu em apenas 232 dias todas as capitais brasileiras, além de mais 400 cidades,  percorreu exatos 20.632 quilômetros.

Esse recorde desbancou o anterior que era de 345 dias.  Todo o percurso é auditado pela empresa que reúne esses recordes a rankingbrasil (www.rankingbrasil.com.br) que se vale de diversos dispositivos para conferir e checar as informações sobre o percurso.  No caso são avaliadas fotos, matérias publicadas nos órgãos de imprensa, além do acompanhamento em tempo real, via GPS.

Dessa vez Valdeni passou por Botucatu, retornando de Curitiba, onde compareceu para o lançamento do livro da Ranking Brasil, que ocorreu no ultimo dia 12 de setembro. Após o evento Valdeni decidiu retornar a Porto Velho de bicicleta. Em sua passagem por Botucatu, o ciclista aventureiro foi acompanhado por outro aventureiro, o motocicilista Sérgio Gaspar, que havia retornado de sua aventura saindo de Lisboa e chegando a Moscou, de motocicleta.

Sérgio Gaspar acompanhou Valdeni levando-o a alguns atrativos turísticos do Município locais, incluindo o Museu do Café. Gentilmente Valdeni colocou o adesivo do Museu em sua bicicleta e seguiu rumo ao seu destino. A ultima informação obtida em seu facebook informa que o ciclista pernoitou em Ribas do Rio Pardo no estado do Mato Grosso do Sul, e dia 1º de outubro já chegou a Campo Grande.

Nesse trajeto Valdeni pedalou exatos 757 quilômetros, faltando ainda aproximadamente 2.200 quilômetros até Porto Velho. Quem quiser poderá acompanhar mais essa aventura no facebook de Valdeni Pinheiro Alves. “Só podemos agradecer essa iniciativa do Valdenir que  está levando o nome do nosso Museu e de Botucatu por todos os lugares que está visitando”, disse  o coordenador do Núcleo,  José Eduardo Candeias.