Calouros são recepcionados e têm integração no IBB Unesp

O Instituto de Biociências de Botucatu/Unesp (IBB) iniciou nesta quarta-feira, 27 de fevereiro, a recepção a seus 190 novos alunos para os cursos de graduação em Ciências Biológicas, Ciências Biomédicas, Física Médica e Nutrição. Nos próximos dois dias, atividades culturais e apresentação da estrutura universitária fazem parte da programação, voltadas ? integração do calouro com a unidade.

Recepcionados pela Bombateria- que concentra alunos das demais faculdades da Unesp em Botucatu-, os estudantes começaram a sentir o clima de uma universidade. Em contato direto com os veteranos, conheceram sobre as rotinas do instituto e a vida acadêmica. Assim como nos anos anteriores, o trote é proibido em toda a Unesp, sendo que o IBB oferece um canal direto de comunicação para denúncias.

Após o café da manhã oferecido pela instituição, os calouros foram recepcionados pela Direção, coordenadores de curso e Comissão de Recepção. Integraram a mesa de autoridades os professores Maria Dalva Cesário e Wilson de Melo Júnior (diretora e vice-diretor do IBB), Silvia Mitiko Nishida (coordenadora do curso de Ciências Biológicas), Luis Fernando Barbisan, vice-coordenador de Ciências Biomédicas; Roberto Morato Fernandez, coordenador de Física Médica e Luiza Domingues Dias, coordenadora da graduação em Nutrição; além de Cláudia Pio Ferreira, presidente da comissão responsável pela integração dos calouros.

Diretora do Instituto de Biociências, profª Maria Dalva Cesário, ressaltou que o ingresso na universidade representa um novo momento na vida de cada aluno. Citou a estrutura oferecida no ensino pela unidade e também frisou a necessidade da participação nos projetos desenvolvidos na pesquisa e extensão universitária.

“Vocês ingressaram em uma instituição que faz parte de uma universidade pública de grande importância no Estado. Terão diversas oportunidades de participar da vida acadêmica e isto fará com que sejam os melhores anos da vida de cada um”, disse a diretora.

Profª Dalva frisou ainda o atual processo de internacionalização da Unesp, com efeitos imediatos ao Instituto de Biociências. Este ano, quatro alunos vindos de Cabo Verde, Argentina e Colômbia que realizarão cursos de graduação em Ciências Biológicas e Física Médica. A permanência destes estudantes varia de seis meses até o término da graduação, conforme o acordo de intercâmbio firmado.

Após a exibição de dois vídeos- contendo a mensagem do reitor da Unesp, Júlio Cezar Durigan e de informações relativas ao Instituto de Biociências- os alunos acompanharam palestra sobre o papel da universidade frente ao avanço da ciência, educação na comunidade e a perspectiva de cada novo aluno neste papel educacional frente ? sociedade. Estes tópicos foram abordados pelo professor Henrique Tahan Novaes, do campus de Marília da Unesp.

Neste primeiro dia de recepção, os alunos ingressantes realizaram ainda diversas oficinas como fotografia, forró, rugby, xadrez, origami, composteira e tie dye (tingimento artesanal de tecidos). “O objetivo desta integração é que os alunos tenham o conhecimento dos cursos que ingressam e conhecimento do papel social que possuem como estudantes”, frisou profª Cláudia Pio Ferreira, da Comissão de Recepção.

{n}Visita a pontos turísticos e primeiro contato com o curso{/n}

A programação tem sequência na quinta-feira, dia 28, a partir das 8 horas, com uma caminhada dos alunos ingressantes ao Morro de Rubião Júnior, um dos principais pontos turísticos de Botucatu. No período da tarde, os cursos de graduação do IBB serão apresentados aos respectivos alunos. Estas atividades ocorrem no Anfiteatro principal e na Central de Salas de Aula 3. Ao final, uma apresentação musical está prevista para o Centro de Vivência do campus.

Na última etapa da recepção programada para sexta-feira, 1º de março, com gincanas recreativas no Jardim Botânico do IBB. As atividades têm início ? s 8 horas. No período da tarde, diferentes grupos acadêmicos irão expor seus trabalhos e mostrar como se interagem com a comunidade acadêmica.

{n}Trote é proibido e passível de penalizações{/n}

O trote na Unesp é proibido. Para evitar atos constrangedores ao aluno que chega ? Universidade, em 1999 a Unesp publicou a Resolução n. 86, em cujo artigo terceiro destaca:“não será tolerado qualquer tipo de ato estudantil que cause, a quem quer que seja, agressão física, moral ou outras formas de constrangimento, dentro ou fora do espaço físico da Universidade”.

A punição para os infratores da norma varia conforme a gravidade do caso, podendo chegar ? expulsão. Leia a Resolução sobre o assunto em: http://unesp.br/saladoestudante/trote.php

No Instituto de Biociências de Botucatu, a ouvidoria da unidade atuará como canal de recebimento de queixas quanto aos trotes. Os contatos podem ser feitos pelo telefone (14) 3880-0850 e (14) 3880-0117. Há ainda os endereços de email ouvidoria@ibb.unesp.br e dta@ibb.unesp.br.

Fonte: Flávio Fogueral
Assessoria de Comunicação e Imprensa