Cachoeira da Marta terá R$ 1,7 mi para revitalização

Fotos: Valéria Cuter

Foi assinado na manhã desta quinta-feira (5) pelo prefeito João Cury Neto e a secretária estadual da Justiça da Defesa da Cidadania, Eloisa de Sousa Arruda, o convênio no valor de R$1,7 mi, para recuperar uma das principais áreas de preservação permanente e um dos mais conhecidos pontos turísticos de Botucatu: o Parque Natural da Cachoeira da Marta. Interditado após as fortes chuvas que causaram desmoronamentos e colocaram em risco a sua utilização, o Parque deverá passar por um vigoroso processo de revitalização.

O projeto de revitalização desenvolvido pelas Subsecretaria de Turismo e Secretaria de do Meio Ambiente, intitulado “Adequação da Infra-estrutura do Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta cria alternativas para visitação e implantação de propostas de educação e contemplação ambiental.

“Fizemos a defesa técnica e felizmente nosso projeto foi selecionado. Mas isso se deve ao trabalho altamente competente desenvolvido pelas secretarias envolvidas. É um prazer muito grande anunciar mais essa conquista para a Cidade, que visa estimular o turismo, proteger o meio ambiente e oferecer melhorias aos freqüentadores da Cachoeira da Marta”, afirma João Cury.

Assinatura desse convênio foi feito no cerimonial de inauguração do Centro de Recuperação de Dependentes Químicos construído em área próxima ao Hospital Psiquiátrico “Cantídio de Moura Campos”, no Jardim Aeroporto, com a presença do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin,