Botucatuenses vencem feira de empreendedorismo

Com um projeto de mini-hortas para pequenos espaços, a unidade do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac) de Botucatu (SP) levou o prêmio de R$ 4 mil (R$ 2,5 mil para o grupo e outros R$ 1,5 mil para o instrutor) com a primeira colocação na 2ª edição da Feira Nacional de Empreendedorismo, que contou com 35 projetos finalistas de 500 participantes.

A Florap, companhia criada pelos alunos do Cebrac de Botucatu, trouxe para a feira ideias que permitem manter em residências um local para se produzir alimentos saudáveis e frescos a qualquer hora. A empresa desenvolveu o produto focando na inovação e que também pode ser usado como uma peça de decoração – as mini-hortas contam com sistema de iluminação e de irrigação próprios. No estande, também foi exposto um aquário que mantinha, na parte superior, uma mini-horta hidropônica.

A aluna Michele Cristiane Quebem representou a equipe Florap na etapa final da Feira. Os integrantes do grupo liderado por ela são: Rosilda Bezerra da Silva, Ana Carolina Rabelo Coelho, Cauâne Subtil de Souza, Dayane Miguel de Oliveira, Marcos Vinícius Barbosa Rodrigues, Marcus Vinícius Testini e João Pedro Jacinto de Oliveira. A equipe levou para casa R$ 2,5 mil em dinheiro e seu instrutor Kleiton Marcos, R$ 1,5 mil.

A unidade do Cebrac Salvador (BA) ficou com o segundo lugar com a empresa Aliance Presentes 2.0 – projeto de presente virtual para casamento – que esteve representada pelos alunos Deise Batista Nobre dos Santos e Marcelo Henrique Paixão da Silva. Na terceira colocação ficou a unidade de Cuiabá (MT) que apresentou a empresa Se7e Tur, do segmento de agência de turismo para terceira idade e esteve representada pelos alunos Kallyane de Moraes, Thiago Alves e Edneide Marques da Silva.

Para chegar aos finalistas, mais de quatro mil alunos da rede de franquias de cursos profissionalizantes foram avaliados durante etapa local. Em maio, os melhores projetos de estudantes do curso de Assistente Administrativo, de diversas regiões do país, foram eleitos para ir a Londrina disputar o prêmio. Dos 500 projetos apresentados na etapa local, apenas 35 foram classificados para essa grande final.

Da Assessoria