Botucatu recolhe 2 mil pneus inservíveis por semana

Empresa faz o carregamento do material até Bragança Paulista, onde os pneus são triturados e redirecionados a indústrias para a fabricação de solados, asfalto, mas principalmente como combustível alternativo às indústrias de cimento

 

Desde 2010, a Prefeitura de Botucatu através de parceria mantida com uma das principais fabricantes do País,  faz a coleta de cerca de 2 mil pneus inservíveis por semana (mais de 20 toneladas ao mês). Duas vezes na semana (terças e sextas-feiras), o Galpão de Armazenamento de Pneus Inservíveis, localizado na Rua José Barbosa de Barros, nº 120, nas proximidades da Guarda Civil Municipal (GCM),  fica aberto em horário comercial para receber pneus velhos e que não podem ser mais colocados em uso. 

Semanalmente, uma empresa faz o carregamento do material até Bragança Paulista, onde os pneus são triturados e redirecionados a indústrias para a fabricação de solados, asfalto, mas principalmente como combustível alternativo às indústrias de cimento. Porém, a dificuldade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem sido conscientizar a população, especialmente os donos de borracharias, em seguir os dias certos de descarte dos pneus.

Em razão disso,  centenas deles são jogados na área externa ao galpão, criando um cenário que incomoda os olhos daqueles que ainda respeitam o meio ambiente. Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Perseu Mariani,  a ação é importantíssima não apenas porque demonstra responsabilidade com as questões ambientais e o desenvolvimento sustentável, mas também mostra preocupação com a qualidade de vida e saúde da população.

“Esses pneus inservíveis, jogados de forma indiscriminada na natureza, podem servir como foco de dengue e mesmo queimados, emitem uma quantidade muito grande de gases prejudiciais à atmosfera e consequentemente ao ar que respiramos. Esperamos apenas que a Cidade tenha maior conhecimento deste tipo de serviço viabilizado pelo Poder Público”, ressalta o secretario.

Mariani realça que os donos de borracharia são orientados, mas os pneus continuam sendo descartados em frente ao galpão a qualquer hora, não respeitando as datas pré-estabelecidas.  “Mas se Botucatu não oferecesse este serviço, aliado à eficiente estratégia de fiscalização e controle da Secretaria Municipal de Saúde, talvez a dengue já teria gerado milhares de casos nos anos que se passaram. Isso mostra que é um trabalho que não pode parar, mas precisa de forma vital da conscientização da população”, argumenta o secretário municipal de Meio Ambiente, Perseu Mariani.

De acordo com a resolução nº 258, de 26 de agosto de 1999, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), as empresas fabricantes e as importadoras de pneumáticos ficam obrigadas a coletar e dar destinação final, ambientalmente adequada, aos pneus inservíveis existentes no território nacional. Já a lei federal nº 12.305, de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, também deixa claro que fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de pneus são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa.

Mais informações sobre a coleta de pneus inservíveis em Botucatu podem ser obtidas através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, localizada na Rua General Telles, nº 1.603, Centro. O telefone é o 3882-1290. Para conhecer todo o trabalho de reciclagem dos pneus pela Reciclanip basta acessar o site www.reciclanip.com.br.