Botucatu organiza novo sistema de limpeza pública

O novo Sistema Integrado de Limpeza Urbana de Botucatu agora está a cargo do Consórcio Botucatu Ambiental, formado pelas empresas Revita Engenharia S/A e Monte Azul Engenharia Ltda. O grupo foi o vencedor da concorrência pública nº001/13 e em julho passado já assinou contrato, válido pelo prazo de 24 meses. O investimento mensal da Prefeitura de Botucatu será de R$ 1.013.693,31.

Além dos serviços de coleta de lixo, varrição e roçagem de mato convencionais, o consórcio ficará responsável pela operação e manutenção do aterro sanitário, expansão da coleta de materiais recicláveis para 100% da Cidade e ampliação de pontos de entrega voluntária (PEVs), incluindo plano de conscientização ambiental.

O secretário municipal de Obras, André Peres, tem mantido reuniões frequentes com representantes do consórcio com objetivo de acertar os detalhes do plano de trabalho a ser executado a partir de agora. “O que iremos exigir é qualidade e inovação do serviço, para que a população sinta melhora. Uma das exigências do contrato é que a frota de caminhões seja 100% nova”, destaca.

A coleta e tratamento adequado do lixo em Botucatu há anos tem sido uma preocupação da população e Poder Público Municipal. Em novembro de 2004, por exemplo, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) multou o Município em pouco mais de R$ 140 mil. A alegação era que a operação no aterro acontecia de forma inadequada. A atual administração assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em março de 2011, e investiu numa série de ações que ampliaram sua vida útil do local para cerca de 20 anos.

“A Prefeitura não fugiu da responsabilidade, deixada de lado em anos anteriores, e irá investir para que o aterro seja ampliado, com todas as exigências legais e sem que aja agressão ao meio ambiente”, garante André Péres. “A coleta seletiva por toda Botucatu também é uma demanda antiga e que agora poderá ser cumprida. Todo esse material irá parar nas mãos da Cooperativa de Agentes Ambientais, que fará a triagem e destinação correta. Estamos apenas acertando os dias e horários que esse serviço será realizado em cada bairro”, completa.