Botucatu é a 3ª cidade do Estado na produção de citros

De acordo com o censo do Fundo de Defesa da Citricultura – Fundecitrus,, o município de Botucatu é o terceiro maior produtor de citros do parque citrícola do Estado com 12.236 hectares. Desses, 11.275 são destinados às principais laranjas cultivadas. Botucatu fica atrás de Mogi Guaçu com 15.763 hectares e Casa Branca com 12.522 hectares de citros.

A Fundecitrus fez um censo para saber o perfil do parque citrícola, que engloba 323 municípios paulistas e 26 de Minas Gerais. No total a região tem 55.940 hectares plantados com laranja, o que representa 12,9% do parque citrícola, e 27,9 milhões de laranjeiras, o equivalente a 14,1% do total. Do total de pés de laranja da região 25,7 milhões estão em produção e 2,2 milhões ainda em formação (com até dois anos). A idade média dos pomares é de 11,7 anos.

Há 677 hectares de pomares abandonados, o que representa 1,11% da área total da região que é composta por 33 municípios: Águas de Santa Bárbara, Angatuba, Anhembi, Araçoiaba da Serra, Arandu, Avaré, Bofete, Borebi, Botucatu, Cabreúva, Capela do Alto, Cerqueira César, Cesário Lange, Conchas, Guareí, Iaras, Iperó, Itatinga, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Manduri, Óleo, Pardinho, Piraju, Porangaba, Porto Feliz, Pratânia, Quadra, Salto de Pirapora, São Manuel, Sorocaba, Tatuí, Tietê.

Outro detalhe apontado na pesquisa é que apenas 4.853 hectares dos pomares da região são irrigados. O restante, 51.090 hectares não têm irrigação. A região é a que tem os pomares novos mais adensados, com média de 711 árvores por hectare.  A média do parque é de 631 árvores/ha.  Em pomares adultos há, em média, 492 árvores por hectare, acima da média do parque que é de 448 árvores/ha.

O censo foi realizado pelo Fundecitrus entre o final de outubro de 2014 e março de 2015. Os agentes de pesquisa percorreram 381 municípios e mapearam pomares em 349. O levantamento foi realizado por meio de imagens de satélite e pesquisa de campo e apurou a área dos talhões, o número de árvores, as variedades plantadas, irrigação e densidade do pomar.

Com base nos dados apurados no censo, o Fundecitrus, a consultoria Markestrat e a Unesp de Jaboticabal fizeram a estimativa de safra de laranja para a safra 2015/16, que deve ser de 278,99 milhões de caixas. O setor Sudoeste é responsável por 69,64 milhões de caixas deste total, cerca de 24,9% da safra.