Botucatu conquista Selo Município Verde Azul

Em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, o prefeito de Botucatu João Cury Neto recebeu o Prêmio Município Verde Azul. A cerimônia de certificação contou com as presenças do governador do Estado Geraldo Alckmin e do secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas.

Nesta 4ª edição do prêmio, dos 645 municípios do estado que participam do Programa, 485 enviaram informações e foram avaliados pela equipe do Município Verde Azul. Desses, 158 garantiram a certificação. Botucatu, que em 2010 havia ficado fora da lista, obteve a 54ª posição com a nota 87,23, a maior já obtida pelo município desde que o prêmio foi criado.

“O que me deixa contente é a evolução que demonstramos em relação a 2010, quando nem fomos certificados. Pulamos de 71,87 para 87,23. Fizemos bem nossa lição de casa. Houve uma mudança grande e traçamos novos rumos para a política de gestão ambiental no município. Agora o resultado começa a aparecer”, analisa Cury.

Segundo o prefeito, um bom exemplo das transformações que levaram Botucatu a ser premiada outra vez é o grande investimento realizado pela Prefeitura no aterro sanitário, que desde 2005 era alvo de apontamentos pela Cetesb. “Investimos cerca de dois milhões de reais na reconformação do aterro. Isso demonstra que estamos fazendo, mas sabemos que é possível melhorar ainda mais”.

Ao lado de funcionários da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a ex-secretária Cynthia Zanotto Salvador comemorou o resultado obtido por Botucatu. “Isso é fruto de muito trabalho e Botucatu tem potencial para avançar ainda mais. Iniciativas inovadoras como a Caravana Ambiental, que implantamos durante nossa gestão, foram bastante elogiadas pela equipe do Município Verde Azul”, avaliou.

O programa contemplou cidades com base nas ações ambientais desenvolvidas ao longo de 2011. O projeto confere o certificado ? quelas que obtiverem, no mínimo, nota 80 em quesitos ambientais, como esgoto tratado, preservação e recuperação de mata ciliar e proteção de mananciais, entre outras atribuições.

O certificado de Município Verde Azul garante ? administração municipal a prioridade na captação de recursos junto ? Secretaria de Estado do Meio Ambiente, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição – FECOP. Na mesma cerimônia também foi entregue o Prêmio Franco Montoro, para os 19 municípios melhores colocados em suas bacias hidrográficas.

O município de Santa Fé do Sul, no extremo noroeste paulista, foi a campeã paulista entre as cidades. Este é o tricampeonato do município, que também liderou em 2008 e 2009. Em 2010, a cidade de Santa Rosa do Viterbo ficou com a taça.

{n} Evolução {/n}

Os avanços na gestão ambiental foram comemorados pelo secretário Bruno Covas. “Em quatro anos de Programa observamos uma organização estrutural no Estado, com a criação de secretarias, diretorias e implantação de conselhos municipais. A partir de 2011, passamos para uma próxima fase com o fortalecimento do planejamento ambiental e do incentivo a participação da sociedade civil na agenda ambiental”, afirmou.

Ao todo, 410 projetos de coleta seletiva foram implantados, 109 planos de gestão de resíduos sólidos, 257 programas de educação ambiental e 280 fundos de meio ambiente foram criados. E os avanços não pararam por aí. São 335 municípios com centros de educação ambiental, 261 com ciclovias, 276 com planos de arborização urbana e 361 com viveiros de mudas, e 205 com parcerias ambientais com pessoas físicas e jurídicas. A parceria entre estado e municípios por meio da Operação Corta Fogo resultou, ainda, no treinamento de brigadas anti-fogo em 373 municípios.

{n} Avaliação{/n}

Os municípios recebem uma nota ambiental, que avalia o seu desempenho em dez diretivas que regem o Programa Município Verde Azul. Foram avaliadas ações nas áreas: esgoto tratado, lixo, recuperação da mata ciliar, arborização urbana, educação ambiental, habitação sustentável, uso da água, poluição do ar, estrutura ambiental e conselho de meio ambiente.

{n} Município Verde Azul{/n}

Lançado em junho de 2007, o Município Verde Azul tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, considerando que a base da sociedade está nos municípios. Em 2008, na divulgação do primeiro ranking, 44 municípios alcançaram nota igual ou superior a 80. Em 2009, foram 168. Já, em 2010, 144 municípios receberam a certificação.