Botucatu comemora conquista de mais quatro escolas

Foi durante audiência realizada na última semana, em São Paulo, com o secretário estadual da Educação, Herman Jacobus Cornelis Voorwald, que o prefeito de Botucatu João Cury Neto e o dirigente regional de ensino, Valdir Paixão discutiram a construção de novas unidades escolares em Botucatu.

Diante da comprovação do crescimento da demanda, resultado do momento próspero vivido pela cidade, foi autorizada a construção de mais quatro escolas estaduais que oferecerão ensino fundamental II e ensino médio. A Prefeitura fará a doação dos terrenos e o Governo do Estado ficará encarregado da construção dos novos prédios.

Após amplo levantamento técnico, os bairros contemplados são Jardim Itamaraty, Rubião Júnior, Comerciários III e Maria Luíza. Nos dois primeiros casos, como o município já conseguiu aprovar na Câmara a doação dos terrenos, a expectativa é que as construções tenham início ainda este ano. As demais ainda dependem de projetos e deverão ter as obras iniciadas em 2013.

“Ao lado do prefeito João Cury estamos projetando o crescimento da rede para os próximos anos. Mas já estamos discutindo a necessidade de outras unidades como, por exemplo, na região do Jardim Santa Elisa, onde acontecerá um desenvolvimento muito grande. De qualquer maneira, o resultado do encontro com o secretário de educação foi muito bom”, avalia Paixão.

Bastante satisfeito, o chefe do Executivo Municipal comemora o fato de um bairro como o Maria Luíza, já nascer com um equipamento público fundamental como uma unidade escolar. “Nosso governo tem feito grandes investimentos em creches. Conseguimos uma escola nova de ensino fundamental que está em construção no Jardim Cambuí e agora, em parceria com o professor Valdir Paixão, nosso dirigente regional, conquistamos mais quatro escolas para atender o crescimento da demanda voltada ao ensino fundamental II e ensino médio. Nosso esforço é para que o aluno garanta vaga o mais próximo de sua residência”, comenta Cury.

Na audiência em São Paulo, as autoridades botucatuenses também conquistaram uma unidade do CEEJA – Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos, que funcionará no prédio da Escola Estadual Sophia Gabriel de Oliveira, na Cohab 1.