Alunos praticam vandalismo em escola pública

Fotos: Luiz Fernando – divulgação

Durante a madrugada desta sexta-feira (26) atos de vandalismo e ameaças deixadas escritas no quadro negro foram registrados no interior da escola de ensino médio e fundamental Armando de Salles Oliveira, instalada na Rua Henrique Reis, região do Jardim Peabirú. Nenhum diretor ou professor da escola quis se pronunciar sobre o assunto.

Pelo telhado os alunos invadiram a escola e reviraram salas da diretoria e dos professores, causando danos ao patrimônio público. Além disso, foram descarregados os extintores de incêndio e esvaziadas latas de tinta que estavam sendo utilizadas nas reformas que estão sendo feitas naquele estabelecimento de ensino.

Uma aluna adolescente (15 anos) que chegou cedo ? escola revelou que isso (vandalismo) estava previsto para acontecer. “Foram alunos que estão insatisfeitos com a direção da escola que fizeram tudo isso. Esse papo de invasão circulou a semana inteira dentro da escola e, realmente, acabou acontecendo”, revelou a aluna, que não descarta a possibilidade de que outra depredação semelhante venha a acontecer.

“Se não houver um diálogo franco e aberto entre a direção da escola e os alunos, isso vai acontecer de novo, pois essa não foi a primeira vez e nem será a última. Não acho correta essa atitude de depredação da escola, que é de todos nós, mas é necessário que haja respeito dos diretores para com os alunos e vice-versa. Não é só aqui que existe adolescente problemático”, afirmou a estudante.

Peritos da Polícia Técnica Científica, assim como viaturas da Polícia Civil, Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM) estiveram no local coletando dados e ouvindo testemunhas para que os autores do crime sejam identificados e responsabilizados. A direção da escola ainda não computou os prejuízos.