Alunos de Turismo Rural visitam “Recanto das Cachoeiras”

Os alunos do curso de Turismo Rural de Botucatu estiveram no dia 18 deste mês em Brotas, na propriedade Recanto das Cachoeiras com o objetivo de conhecer uma fazenda com atividades de turismo de aventura como arvorismo, tirolesa, trilhas com cachoeiras, mirantes e restaurante rural.

“O local é um bom exemplo no que se refere a sustentabilidade e atrativos naturais, por isso a importância dos alunos terem esse conhecimento. É de grande valia este contato pois, em meio aos estudantes podem estar futuros empresários do ramo de turismo rural, ecoturismo e aventura”, explica a instrutora do curso, Luciana Alho.

Durante a visita, os alunos puderam obter várias informações com o proprietário do local que explanou sobre o início do empreendimento, quando ficava sob um guarda sol em uma cadeira na entrada de sua propriedade. Hoje ele conta com 10 funcionários fixos e mais 30 free lancers na temporada. Atualmente o local está totalmente adaptado para receber todos os grupos, inclusive pessoas com deficiência.

Os alunos puderam aproveitar as dependências da piscina cênica, com vista para a Cuesta, cachoeiras, mirantes, trilha suspensa e almoço, com alimentos produzidos na propriedade. “Para os alunos a visita técnica veio a somar informações já obtidas em sala de aula e mostrou a todos, in loco, a importância da qualidade em todos os segmentos do turismo rural”, salienta Luciana Alho.

“A realização deste curso, em parceria com a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo, estimula que novas propriedades possam abrir suas portas em Botucatu para receber os turistas de forma correta e sustentável”, destaca o secretário da pasta, Antonio Carlos Pereira.

 

Sobre o curso

A ação, que visa fornecer aos alunos técnicas apropriadas para que sejam desenvolvidos negócios de turismo em propriedades rurais, é promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) em parceria com o Sindicato Rural de Botucatu e a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo.

O curso de Turismo Rural é formado por 10 módulos, totalizando 240 horas, divididos em três dias por mês. Este ano estão sendo realizados dois cursos no Município, um formado por proprietários de sítios e fazendas na região de Botucatu e outro grupo composto por pescadores da Comunidade do Porto Said – Rio Bonito.

As atividades desenvolvidas com os alunos da turma do Porto Said ainda contam com apoio da Secretaria de Assistência Social e da Associação dos Trabalhadores e Funcionários Públicos Municipais de Botucatu (ATFPMB) que oferece o local para a realização das aulas.