Unimed irá gerir a Misericórdia Botucatuense

Agora é oficial. A Cooperativa de Trabalho Médico – Unimed de Botucatu, será a responsável para gerir a Misericórdia Botucatuense, após uma negociação que vinha se arrastando desde o ano passado. Embora esteja construindo seu próprio hospital, a decisão de administrar a Misericórdia foi tomada pela nova diretoria que assumiu a administração da Unimed que tem na presidência Walfrido Jackson Oberg.

O hospital pertence ? Associação Misericórdia Botucatuense e, até então, era administrado por um grupo de pessoas (não remuneradas) que formam o Conselho Gestor eleito por Assembléia Geral, composto por nove sócios regulares, sendo que, de dois em dois anos, um terço de seus membros são, obrigatoriamente, substituídos, obedecendo a ordem cronológica de eleição.

A Misericórdia corria sério risco de fechar as portas por não conseguir pagar suas dívidas estimadas em mais de R$ 10 milhões e a Unimed sempre foi o principal cliente e cobria a maior parte das despesas e com outros convênios não seria possível manter seu funcionamento. Como (a Unimed) está construindo seu próprio hospital, poderia deixar de ser o principal cliente da Misericórdia e isso inviabilizaria a continuidade do atendimento. A maneira como o hospital será gerido, assim como as negociações que foram feitas não foram divulgadas.

Um dos diretores da Associação Misericórdia, que pediu para não ser identificado afirmou que para manter toda estrutura do hospital é necessário um rendimento considerável todos os meses. “A solução mais coerente para Misericórdia foi mesmo entregá-la a um gestor para assumir todo o complexo do jeito que está e sanar as dívidas. Não fosse feito isso o mais tradicional hospital da Cidade não teria como se manter”, garantiu.

{n}Associação Misericórdia{/n}

Essa associação, sem fins econômicos foi fundada em 02 de fevereiro de 1893 e legalmente existente a partir do dia 22 de julho de 1895, data em que foram os seus estatutos originais inscritos sob n.º, ? s fls. 11 verso a 20 verso, do livro n.º 1, de Registro de Associações (antigo de pessoas jurídicas), do Cartório de Registro de Imóveis e Anexos da 2ª Circunscrição da Comarca de Botucatu, entidade mantenedora do Hospital Misericórdia Botucatuense.

O prédio do hospital conta com 111 leitos, destinados a pacientes clínicos, cirúrgicos, maternidade e pediatria. O Centro Cirúrgico é composto por seis salas, assim como a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dispõe de 11 leitos. Mantém Laboratório de Análises Clínicas e Centro de Diagnósticos por Imagem que conta com equipamentos e profissionais qualificados para a realização de exames aos pacientes internados e ao público em geral. Atende pacientes particulares e vários convênios de saúde.