Simpósio do Samu-192 é pelo terceiro ano consecutivo sucesso em Botucatu

3º SIMPÓSIO DO SAMU - FOTO IGOR MEDEIROS (8)A terceira edição do Simpósio do SAMU-192 realizado em Botucatu, nos dias 24 e 25 deste mês, foi novamente sucesso conforme avaliação dos organizadores. Participaram das palestras e oficinas de treinamento cerca de 250 profissionais da Rede de Urgência e Emergência (RUE) que representaram mais de 40 cidades do Estado de São Paulo e Paraná.

Na oportunidade foram discutidos temas relacionados às linhas de cuidado prioritárias da Rede de Urgência e Emergência, que englobam o Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), Acidente Vascular Cerebral (AVC) e Trauma. Também houve discussão sobre as questões éticas que envolvem a prática profissional da equipe do atendimento pré-hospitalar além da abordagem ao paciente com ideação suicida. Outro destaque foram as atividades pré-simpósio como o Desafio de CPR; Treinamento de Trabalho de Parto no Atendimento Pré-Hospitalar e de uso da Motolância.

3º SIMPÓSIO DO SAMU - FOTO IGOR MEDEIROS (9)“Todos palestrantes elogiaram e nos disseram que foi um evento de alto nível. Desconheço que exista algum outro simpósio com essas características e que envolva tanto profissional gabaritado como este realizado em Botucatu. O sucesso dele é reflexo das boas parcerias que temos realizado nestes cinco anos e da obsessão que temos na capacitação dos nossos profissionais. E que venha o próximo simpósio!”, comemora Enf.ª Priscila Masquetto Vieira de Almeida, coordenadora regional do SAMU.

A abertura do congresso, promovido na noite de sexta-feira passada, contou com excelente público que praticamente lotou o Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB/Unesp). Também prestigiou o evento o Dr. José Carlos Trindade Filho, que representou o superintendente do Hospital das Clínicas Dr. Emílio Curcelli; a Enf.ª Tania de Cássia Gasparelo, gerente técnica da Fundação UNI, que representou o presidente da entidade, Dr. José Carlos Christovan [Bazuka]; o secretário municipal de Saúde, Dr. Claudio Lucas Miranda; além do próprio prefeito de Botucatu, João Cury Neto.

3º SIMPÓSIO DO SAMU - FOTO IGOR MEDEIROS (7)“Hoje conseguimos olhar pra trás e entender que o SAMU não foi um custo, mas sim um investimento à saúde e a garantia da qualidade de vida de muitas pessoas que moram em Botucatu e região. É um serviço que existe nacionalmente desde 2003, mas que conseguiu ser implantado em Botucatu apenas em 2011, na nossa gestão. Ver o SAMU consolidado, como referência na área de urgência e emergência, e apostando na melhoria continua de sues profissionais é um orgulho para nossa administração”, afirma o prefeito.

O Simpósio do SAMU deste ano foi uma realização do próprio SAMU-192-regional Botucatu e Fundação UNI, com apoio da Indumed, Unimed Botucatu, Boehringer Ingelheim, Faculdade Uningá, Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB/Unesp), Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e da própria Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Saúde.

Sobre o Samu

3º SIMPÓSIO DO SAMU - FOTO IGOR MEDEIROS (10)O SAMU 192, regional de Botucatu, completa em julho de 2016, cinco anos de atuação. Além de Botucatu, também atende os municípios de Pardinho, Areiópolis e Anhembi. O serviço funciona 24 horas por dia e atende às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, ginecológico-obstétrica e de saúde mental da população. Tudo pelo telefone gratuito 192.

A equipe é formada por profissionais de saúde como médicos reguladores e intervencionistas, telefonistas auxiliares de regulação médica (TARM), rádio operadores (RO), enfermeiros, técnicos/auxiliares de enfermagem, condutores socorristas e lavadores de ambulância.

Entre o deslocamento da ambulância e o tempo de resposta efetivo do paciente, o tempo de atendimento do SAMU 192 em Botucatu gira em torno de 7 a 12 minutos em média. O preconizado pelo Ministério da Saúde é que o serviço seja realizado no máximo em 15 minutos.

Essa agilidade no atendimento tem ajudado a reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce como nos casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral). Por isso, o SAMU 192 de Botucatu está entre os melhores serviços do Estado de São Paulo e um dos mais bem avaliados do Brasil.

Quando chamar o SAMU 192?

Problemas cardiorrespiratórios graves

Dor aguda no peito

Convulsão

Acidentes ou agressão com armas “brancas” ou de fogo

Suspeita de derrame (AVC): alteração na fala ou na face e falta de força nos braços

Intoxicação

Queimaduras graves

Crises hipertensivas

Afogamentos

Choque elétrico

Desmaios

Acidentes com traumas graves

Trabalho de parto onde há risco de morte da mãe/feto

Quaisquer outros casos de ameaça à vida

Serviço

Central de Regulação/SAMU 192 Botucatu

Espaço Saúde Prof.ª Cecília Magaldi

Avenida Santana, 353 – Centro

Telefone: 192