Secretário de Estado assina ordem de serviço para a Saúde

Fotos: Luiz Fernando

Esteve em Botucatu na tarde desta terça-feira (2), o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri, para participar da cerimônia de assinatura da ordem de serviço que permitirá o início das obras para implantação do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e do Centro de Reabilitação Lucy Montoro. Cerri foi recepcionado por autoridades municipais e de outras cidades da região no Salão Azul da Secretaria Municipal de Educação, localizado na Praça Dom Luiz Maria de Santana, 176, no Centro.

Pelo cronograma, o governo do Estado deverá investir em torno de R$ 16 milhões para adaptar as antigas dependências da Brashidro, no km 253,6 da rodovia Marechal Rondon, que foram adquiridas pela atual administração municipal e cedidas ao Estado, a fim de instalar esses dois equipamentos públicos voltados ao atendimento de saúde. O prazo para execução das obras é de dois anos.

O AME de Botucatu deverá atender em torno de 20 especialidades médicas, entre elas acupuntura, alergologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, ginecologia; mastologia, neurologia, oftalmologia, ortopedia, urologia, entre outras. A unidade estará capacitada também para realizar cirurgias ambulatoriais e oferecer diversos tipos de exames de apoio diagnóstico, como audiometria; densitometria; eletrocardiografia; ecocardiograma; eletroencefalograma; endoscopia; mamografia; Raios X simples e contrastado; teste ergométrico; ultrassonografia Geral e Doppler, entre outros.

A proposta visa melhorar a assistência aos usuários e desafogar o atendimento de hospitais e outras unidades de saúde da região. O Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu será um dos maiores beneficiados, já que o AME preencherá uma lacuna existente no sistema e reduzirá, substancialmente, o tempo de espera por consultas de especialidades.

“O ambulatório contará com modernos equipamentos que permitirão ao paciente passar por consultas e exames. Se for necessário tratamento especializado, o encaminhamento será realizado na mesma data. Significará um grande avanço para nosso sistema de saúde”, enfatiza o vice-prefeito e ex-secretário municipal de Saúde, Antonio Luiz Caldas Júnior.

{n}Lucy Montoro{/n}

Já o Centro de Reabilitação Lucy Montoro oferecerá ? pessoa com deficiência física condições de efetiva inserção social a partir do desenvolvimento de suas habilidades e potencialidades. A unidade contará com reabilitação física e sensorial (audição e visão) integral; condicionamento físico em atendimento individual e em grupo; RPG e terapia ocupacional; hidroterapia, função pulmonar, ergoespirometria, podobarometria, análise do movimento, eletroneuromiografia, potencial evocado, urodinâmica e terapias complementares; oficinas terapêuticas e profissionalizantes; além de oficinas próprias de órteses e próteses.

Por conta disso serão abertos processos para contratação de médicos, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, enfermeiros e nutricionistas especializados em reabilitação. “Com o AME vamos poder oferecer mais de 20 especialidades médicas, onde a pessoa passará por consulta e já será encaminhada para exames. Vamos dar um salto de qualidade e Botucatu passará a ocupar uma posição privilegiada na área de Saúde”, prevê o prefeito João Cury.

Entende o prefeito que a instalação do Centro Lucy Montoro colocará a Cidade no rol de um seleto grupo de municípios com uma estrutura de saúde diferenciada para atender as pessoas com deficiência. “Essa unidade fará integração com a rede de serviços da Secretaria Municipal de Saúde e do HC da Faculdade de Medicina de Botucatu. Esse grande investimento contribuirá de forma decisiva para significativos avanços na área de saúde pública para Botucatu e toda a região. Quem ganha com isso é a população”, concluiu o prefeito.