Saúde restringe dosagem de medicamento para diabetes    

diabetesA Secretaria de Saúde de Botucatu comunica que pacientes portadores de Diabetes Mellitus poderão agora retirar nos postos do Município, no máximo, 60 comprimidos/mês de Vildagliptina (Galvus®) 50mg. A orientação foi dada pelo laboratório que produz o remédio e a decisão acatada pela Comissão de Avaliação de Medicamentos da Secretaria Municipal de Saúde. A determinação foi expedida através de informe técnico a todas unidades de saúde e é válida desde 1º de setembro.

O principal argumento para a restrição de distribuição deste medicamento é que o uso abusivo dele pode ocasionar doenças renais, hepáticas, pancreáticas ou mesmo neurológicas. Caso julguem necessário prescrever uma dose superior a 60 comprimidos/mês, os médicos da Rede de Atenção Básica deverão abrir um Processo Interno de Medicamentos junto à Comissão Técnica de Dispensação de Medicamentos Não Padronizados.

“Importante esclarecer que não estamos retirando a Vildagliptinada (Galvus®) da lista de medicamentos, mas apenas restringindo seu uso de forma racional, pensando justamente na qualidade de vida de nossos pacientes com diabetes”, argumenta a secretária municipal de Saúde, Valéria Maria Lopes Manduca Ferreira.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, em Botucatu, pouco mais de 1.200 pacientes fazem uso contínuo deste tipo de medicamento. A Diabetes Mellitus é uma doença crônica, caracterizada pela elevação da glicose no sangue (hiperglicemia). Seu controle e tratamento, além do uso de medicamentos, envolve a mudança de estilo de vida dos pacientes portadores dessa patologia, envolvendo dieta e atividade física.

 

Mais informações

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Major Matheus, 7 – Vila dos Lavradores

Tel.: (14) 3811-1100