Saúde recebe novos agentes para o combate à dengue

A Secretaria de Saúde de Botucatu e a equipe do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura recepcionaram os 20 candidatos aprovados no processo seletivo para contratação emergencial de agentes de saúde pública. Eles agora se juntam a outros 29 agentes que já têm atuado por toda Cidade no combate à dengue.

A contratação destes novos agentes será válida por 60 dias (dois meses), podendo ser prorrogada por igual período. Dentro das atribuições exigidas à vaga estão: realização de visitas a domicílios (zona urbana e rural); prestar orientações técnicas aos moradores; realizar coleta de larvas e vetores; remoção de criadouros potenciais em residências e terrenos baldios; entre outras atividades.  O salário será de R$1.107,65. Também está previsto vale-compras alimento no valor de R$ 475,00.

No primeiro dia os aprovados se apresentaram ao secretário municipal de Saúde, Claudio Lucas Miranda, preencheram as primeiras documentações e realizaram os exames admissionais. A previsão é que eles já estejam nas ruas, com os uniformes da Vigilância Ambiental em Saúde já na próxima quarta-feira (15), após o feriado de aniversário da Cidade.

“O treinamento deles será o serviço na prática, pois não temos tempo a perder no combate à dengue. Dobrando o efetivo, ampliaremos a nossa área de ação e chegaremos mais rápido aos locais onde há casos suspeitos, buscando quebrar essa cadeia de transmissão. Em paralelo, um novo concurso público deverá ser aberto nas próximas semanas e que inclui vagas em definitivo para agentes de saúde pública”, explica Miranda.

 

Sobre a dengue em Botucatu

Até a última quarta-feira (8), a dengue já havia infectado 364 pessoas que moram no Município. São 312 casos autóctones e 47 importados, além de outros 277 que ainda aguardam confirmação.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda, que pode ter manifestações assintomáticas até quadros graves e fatais. Os sintomas característicos da dengue são: febre alta [acima de 38°C], dores intensas de cabeça, no fundo dos olhos, e por todo corpo, onde também podem aparecer manchas vermelhas.

Ao identificar esses sinais clássicos de dengue, a pessoa deve procurar atendimento médico imediatamente e ficar em repouso permanente de 10 a 15 dias. Neste período, a Secretaria Municipal da Saúde, através da VAS, iniciará todas as atividades necessárias para evitar a transmissão da doença no Município. 

Ela é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que se prolifera a partir de qualquer acumulo de água. Pratos e vasos de plantas, calhas e ralos entupidos, bebedouros para animais de estimação, piscinas, bromélias ou qualquer objeto exposto à chuva e que acumule o mínimo de água pode ser um potencial criadouro. Até uma simples casca de ovo ou uma imperfeição no piso pode ser um canal para a proliferação do mosquito.

A última Avaliação de Densidade Larvária (ADL), realizada em janeiro deste ano, apontava índice de 5,5. Isso representa que a cada 100 imóveis pesquisados na Cidade, uma média de cinco a seis imóveis tem focos com larvas do mosquito transmissor da dengue. O preconizado como satisfatório pela Organização Mundial da Saúde é abaixo de 1.

Um ovo de um mosquito da dengue consegue ficar mais de um ano grudado em m recipiente. Se essa superfície não for lavada adequadamente, com água e sabão, uma simples chuva pode fazer o ovo eclodir e surgir novos insetos em menos de dez dias. O Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas.

 

Nebulização

Além do controle de criadouros, a Vigilância Ambiental em Saúde  tem realizado ações de nebulização nos bairros onde há casos suspeitos de dengue e maior infestação do mosquito, ou seja, áreas com risco de transmissão ou onde a transmissão já foi desencadeada.

Ela é preconizada pela Organização Mundial da Saúde como último recurso para o controle de uma epidemia de dengue. A aplicação do inseticida é uma atividade segura e que não coloca em risco a população. O efeito do produto não tem ação residual, isto é, age somente no momento da aplicação.

Nas atividades de nebulização realizadas em Botucatu os agentes da Vigilância Ambiental recomendam que os moradores e seus respectivos animais domésticos permaneçam foram de suas residências pelo tempo mínimo de 15 minutos, deixem portas e janelas abertas, retirem roupas do varal e cubram utensílios domésticos.