Saúde faz campanha de combate ao HIV e sífilis

Foram centenas de pessoas atendidas na campanha promovida pela Secretaria de Saúde de Botucatu, por meio do programa municipal de DST/aids, neste final de semana (de sexta-feira a domingo) na Praça Emílio Peduti  (Bosque).

A campanha, cujo tema deste ano é “Fique Sabendo – Tire o peso da dúvida”, foi feita em todas as unidades de saúde e pontos estratégicos da Cidade buscando mobilizar a população, principalmente junto às pessoas com vida sexualmente ativa e que nunca realizaram os testes de HIV/aids e sífilis. Além dos testes foram distribuídos 60 mil preservativos.

A saúde orienta que o diagnóstico tardio é o principal responsável por oito óbitos/dia relacionados à aids no Estado.  Os óbitos ocorridos em 2011 revelam que a aids é a segunda causa de morte entre mulheres de 25 a 44 anos e a quarta causa de morte entre homens da mesma faixa de idade.

Pessoas com sífilis também podem ter até 18 vezes mais chances de também contrair HIV, além disso, a sífilis na gestação quando não tratada precocemente pode comprometer de forma grave a saúde dos olhos, da audição, coração e sistema nervoso do bebê.

As unidades de saúde oferecem testagem e diagnóstico de DST/aids ao longo de todo o ano. Os casos positivos de HIV são encaminhados ao Serviço de Assistência Especializada de Infectologia [SAE] Dr. Domingos Alves Meira [antigo Hospital Dia], que registra pouco mais de 250 pessoas de Botucatu em tratamento. De janeiro a outubro deste ano, por exemplo, foram diagnosticados no Município 36 novos casos de HIV.

A Secretaria Municipal de Saúde também trabalha em parceria com o Centro de Aconselhamento e Testagem (CTA) instalado no Centro de Saúde Escola (CSE) da Unesp, na Vila dos Lavradores. Nele são realizadas orientações para prevenção e tratamento de doenças sexualmente transmissíveis além da distribuição de preservativos.

A Secretaria de Saúde fornece medicamento para tratar as DST’s e algumas infecções de HIV. Além disso, a equipe do programa DST/aids trabalha em parceria com diversos setores através de palestras, oficinas de sexo seguro, atendimentos individuais, e apoio à liderança LGBT.