SAEI-DAM realiza, gratuitamente, exame de última geração para pacientes portadores de hepatite

Na manhã de quarta-feira, 20, o Serviço de Ambulatórios Especializados de Infectologia "Domingos Alves Meira" (SAEI-DAM), unidade sob gestão administrativa da Fundação para o Desenvolvimento Médico Hospitalar (Famesp), beneficiou cerca de 40 pacientes realizando o exame de elastografia hepática gratuitamente. 
 

Por meio de uma parceria com a iniciativa privada, o exame vem sendo realizado em pacientes portadores de hepatite B e C, para avaliar o grau de fibrose hepática do fígado, um processo de cicatrização que representa uma resposta do órgão frente as lesões. O exame permite quantificar os danos que esses vírus possam ter causado ao fígado do paciente desde o momento de sua transmissão.

Tradicionalmente, essa avaliação é realizada por uma uma biópsia do fígado, um exame muitas vezes doloroso, devido ao uso de agulhas. A elastografia hepática, semelhante ao ultrassom convencional, permite diagnosticar com clareza o grau de comprometimento do fígado pelos vírus da Hepatite B ou C, mas de uma forma menos invasiva e de alta eficácia. 

Para o Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa, diretor Clínico do SAEI-DAM e responsável pelo ambulatório de Hepatites Virais da Infectologia, essa nova tecnologia é essencial. "A elastografia hepática traz muitas vantagens comparativas com a biópsia de fígado nas Hepatites B e C: é não-invasiva, indolor, pode ser repetida várias vezes, é mais representativa e a realização da técnica é muito mais simples", diz.

O paciente R.T.B., de 53 anos, portador de hepatite C há 10 anos, conta que já fez biópsia hepática em 2008 e que agora avaliou novamente a fibrose do fígado. "Fiquei muito aliviado por poder contar com essa nova tecnologia. A biópsia foi importante, mas doía demais e eu tinha que ficar de deitado por volta de quatro horas e de repouso uma semana. Agora não tem dor, o resultado sai na hora e vou para logo pra casa", salienta o paciente.

O Sistema Único de Saúde (SUS) ainda não disponibiliza o equipamento que realiza esse exame, mas O SAEI-DAM se antecipou e disponibiliza gratuitamente o exame em rodadas semestrais a todos os pacientes atendidos. 

O SAEI-DAM contou com a presença do Prof. Dr. Paulo Abrão Ferreira, da Unifesp, que gentilmente trouxe a máquina de São Paulo e realizou as elastografias.