PS terá laboratório para diminuir tempo de espera

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Saúde, e o Hospital das Clínicas (HC) já iniciaram as tratativas para que o Pronto Socorro Adulto – “Dr. Virgínio José Lunardi”, localizado na Vila Assumpção, possa em breve contar com um laboratório próprio em suas dependências. A iniciativa prevê reduzir o tempo de espera dos pacientes para obtenção dos resultados de exames lá realizados.

Hoje um paciente que passa pelo PS Adulto chega a aguardar pouco mais de três horas para receber os resultados de exames solicitados pelo médico. Isso porque as amostras são encaminhadas ao HC, em Rubião Júnior, onde se juntam a outras milhares que chegam ao hospital diariamente, inclusive da região.  Com um laboratório próprio no Pronto Socorro Adulto, a intenção é que o paciente não precise ficar mais do que 40 minutos no local para ter em mãos os resultados de seus exames.

“Por mês o PS Adulto direciona mais de 10 mil exames para o HC, que fica ainda mais sobrecarregado. Então será feito investimento para adaptação de uma sala no próprio PS, com equipamentos e técnicos de laboratório. Esperamos que no primeiro trimestre de 2015 já possamos disponibilizar este serviço”, informa o secretário municipal da Saúde, Claudio Lucas Miranda.

Atualmente o PS Adulto atende cerca de 270 pacientes por dia. Deste total, grande parte poderia ser adequadamente atendida em qualquer uma das unidades da Rede de Atenção Básica do Município por se tratarem de casos de baixa complexidade. Já os casos de urgência e emergência como derrames, infartos, traumas cranianos, queimaduras graves, fraturas e hemorragias são atendidos prontamente. 

A Secretaria Municipal de Saúde repassa ao HC aproximadamente R$ 2 milhões por ano para a gestão do PS Adulto. Somados também os recursos destinados ao PS Pediátrico, SAMU-192 e as unidades do Jardim Peabiru e Cohab 1, que atuam também no período noturno, o Poder Público Municipal investe mais de R$ 9,5 milhões no sistema de urgência e emergência.

Até o final de 2014, a expectativa da Prefeitura de Botucatu é ultrapassar os R$ 60 milhões em investimentos na Saúde, cerca de R$ 48 milhões são de recursos próprios. Isso representa mais de 22% do Orçamento Municipal, sendo que o índice mínimo exigido por lei para aplicação nesta área é de 15%. Para se ter ideia, em 2008, os investimentos na Saúde chegavam a R$ 23 milhões.