PS de Botucatu fez mais de 61 mil atendimentos em 2011

Dados passados pela Secretaria de Comunicação revelam que o Pronto-Socorro Adulto “Dr. Virgínio José Lunardi”, localizado na Vila Assumpção, fechou 2011 com um saldo mais que positivo. De abril, mês de inauguração do PS, até dezembro do ano passado foram registrados 61.718 atendimentos.

A unidade médica de urgência e emergência oferece em Botucatu atendimento 24 horas em casos de menor gravidade nas especialidades de clínica médica geral e ortopedia para pessoas acima de 15 anos. Ainda assim, 922 casos envolvendo crianças foram acolhidos e encaminhados ao PS do Hospital das Clínicas da Unesp, que ficou menos sobrecarregado.

“A demanda atendida na Unesp diminuiu muito. Enquanto lá no HC o atendimento gira em torno de dois mil por mês, aqui no PS Adulto estamos numa média de quase oito mil”, compara o enfermeiro chefe Julio César Bonsegno de Oliveira, supervisor técnico do Pronto-Socorro da Vila Assumpção. “A diferença está na nossa forma de acolhimento, o tempo de espera tem diminuído bem e os pacientes que chegam encontram conforto e facilidade nas informações. No nosso sexto mês de funcionamento, para se ter uma ideia, realizamos uma pesquisa que apontou que boa parte das pessoas que utilizam nosso PS Adulto também tem convênio particular. Isso mostra a aceitação da população por esse serviço público, que de maneira geral tem sido de qualidade”, completa.

O vice-prefeito e secretário municipal da Saúde, Antonio Luiz Caldas Júnior, salienta que o PS Adulto tem oferecido retaguarda ? todo sistema público de Botucatu, que tende a se fortalecer ainda mais neste ano.

“Viabilizamos o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e reforçamos nossa frota de ambulâncias. Estamos construindo quatro novas Unidades de Saúde no Comerciários, Vitoriana, César Neto e Santa Elisa, além do Hospital Estadual e Clínica de Recuperação para Dependentes Químicos. Sem falar no Hospital Sorocabana, que será totalmente reformado ainda este ano pelo Poder Público. Enfim, todos esses equipamentos fazem parte de uma rede integrada composta por uma equipe de excelente nível técnico e que tem o suporte do HC da Unesp, e que em pouco tempo oferecerá maior estrutura ? população botucatuense atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirma.

{n}Sobre o PS {/n}

A área física total do Pronto Socorro é de 1.588 metros quadrados e inclui: seis consultórios médicos; sala para inalação; sala de gesso; duas salas para curativos; duas salas para atendimento de emergência; 12 leitos, sendo oito de observação, três de emergência e um para isolamento; sala para Raio-X; equipamento de Tele eletrocardiograma, conectado ao Instituto de Cardiologia Dante Pazanezze.

O PS foi construído em 2008, ao custo de aproximadamente R$ 1,5 milhão, mas logo no início do ano seguinte a atual Administração Municipal identificou irregularidades, principalmente estruturais do imóvel. Assim, foi preciso investimento de mais R$ 200 mil para adequações estruturais do prédio que incluíram substituição do telhado, de toda parte elétrica e gás, nova pintura e reforma para a inclusão de um posto de enfermagem. O Governo do Estado repassou outros R$ 800 mil para a compra de novos equipamentos.

O PS tem um custo mensal de aproximadamente R$ 480 mil, no qual dois terços são injetados pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), autarquia da Secretaria de Saúde do Estado, e outro um terço pela própria Prefeitura de Botucatu.

O Pronto-Socorro “Dr. Virgínio José Lunardi” possui um grupo de mais de 50 funcionários, que inclui nove médicos plantonistas sendo um ortopedista. Ele atende casos de média complexidade não apenas de Botucatu, mas também provenientes de 13 cidades da região: Itatinga, Bofete, Pardinho, São Manuel, Areiópolis, Torre de Pedra, Porangaba, Pratânia, Anhembi, Conchas, Laranjal Paulista e Pereiras.

{n}Estatísticas do PS {/n}

Atendimento clínico: 52.246
Atendimento de ortopedia: 9.472
Pacientes em observação: 1.313
Pacientes de emergência: 1.696
Atendimento serviço social: 2.127
Serviço de Nutrição: 6.052
Atendimento de crianças: 922
Atendimento de gestantes: 180