Projeto Mulher Feliz participa de Concurso Internacional de Dança na Argentina

No próximo 9 de outubro, as alunas do Projeto Mulher Feliz levarão o nome da Famesp, mantenedora da iniciativa, e da cidade de Botucatu para o Concurso Internacional de Dança, etapa Buenos Aires, na Argentina. E feliz é realmente o adjetivo que resume o sentimento das mulheres que embarcarão nessa viagem. 

As alunas do projeto têm ou já foram diagnosticadas com algum tipo de câncer. Mesmo com as dificuldades da luta diária contra a doença, elas encontraram na dança do ventre uma forma de levar beleza, encanto e alegria em suas apresentações. 

Foi o que aconteceu com a aluna Rita Brito, de 48 anos, que recomeçou sua vida em Botucatu após conhecer as aulas do projeto. "Fui diagnosticada em São Paulo com câncer de mama. Iniciei o tratamento, até que passei a receber ameaças do meu ex-marido, e resolvi sair da cidade e vir para Botucatu. Em um passeio ao Shopping, vi uma apresentação do projeto e me emocionei. Procurei pela professora Sônia e pedi para fazer as aulas. No início, estava em depressão. Graças às aulas e às meninas, recomecei minha vida. Somos uma família", relata.

O Projeto Mulher Feliz foi criado em 2013, juntamente com a inauguração do Núcleo Assistencial "Prof. Dr. Pasqual Barretti" – unidade da Famesp sediada em Rubião. Inicialmente, o projeto previa acolher apenas mulheres em tratamento de câncer de mama no Hospital das Clínicas de Botucatu (HCFMB). 
Hoje, a iniciativa atende cerca de 20 mulheres e proporciona a elas além do resgate da autoestima, uma melhor qualidade de vida por meio de várias atividades, como aulas de dança do ventre, oficinas de arte, aulas de relaxamento, tratamento de fisioterapia e fonoaudiologia e suporte de assistência social, prestado pelas Casas de Apoio da Famesp. 

A professora Sônia Suhayla é quem dá as aulas com muito carinho a essas mulheres. "Eu me sinto muito realizada com esse trabalho. É gratificante ver o brilho de esperança no olhar dessas mulheres. Elas se renovam e evoluem cada vez mais. Estamos muito felizes com todo reconhecimento", diz.

De Botucatu para a Argentina
No último dia 17 de maio, empresários e parceiros da Famesp em Botucatu participaram de um café da manhã, na sede do Núcleo Assistencial, que oficializou a doação de novos figurinos e acessórios de dança do ventre para as alunas que integram o projeto. 

"O projeto Mulher Feliz vem ganhando visibilidade pelas apresentações feitas em diversas cidades e, com isso, cada vez mais apoiadores acreditam no bem desta iniciativa", afirma o diretor-presidente da Famesp, Antonio Rugolo Jr. 

A Famesp mantém a sede onde ocorrem as aulas e investe no corpo de funcionários que lá atuam, como a professora de dança e alguns profissionais da área da saúde. E outros parceiros do meio público e privado contribuem com doações e incentivos culturais.

Para a viagem de outubro ainda faltam quatro passagens aéreas. Interessados em contribuir devem entrar em contato pelos telefones (14) 3815-7533 ou (14) 99778-2754, e falar com a professora Sônia.