Prefeito faz visita ao Hospital Pediátrico

O prefeito de Botucatu, João Cury Neto, acompanhado do vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior, e do secretário municipal de Saúde, Claudio Lucas Miranda, esteve em visita ao Hospital do Bairro e Pronto-Socorro Pediátrico, gestão essa compartilhada com o Hospital das Clínicas (HCFMB) em parceria com a Famesp e teve muito boa impressão.

O Hospital do Bairro recebe diariamente cerca de 250 pessoas para coleta de exames, chegando a 400 nas terças e quintas-feiras, dias destinados a transplantados de Botucatu e região. Outros serviços bastante procurados são os de ultrassom (cerca de 40 atendimentos por período – terça de manhã e quarta ? tarde) e Raios-x (cerca de 60 – de segunda a sexta).

Já o PS Pediátrico tem registrado uma média diária de 120 crianças, com tempo médio de atendimento em níveis satisfatórios. Da abertura de ficha, triagem, até o atendimento médico no consultório, são em média 20 minutos. Caso seja necessária a realização de exames (raios-x, hemograma, eletrocardiograma), medicação e outros procedimentos (sondagens, curativos, sutura, inalação), reavaliação médica, até a saída do paciente com o quadro clínico estável, são cerca de 2 horas de atendimento contínuo ao paciente.

Para manutenção do Hospital do Bairro/PS Pediátrico, a Prefeitura de Botucatu repassa, via Secretaria da Saúde, R$ 324 mil mensais, o que no período de um ano representa um investimento superior a R$ 3,8 milhões.

“Hoje não nos chega uma reclamação se quer aqui do Hospital do Bairro ou do PS Pediátrico porque a gestão está sendo bem conduzida e com a ajuda dos funcionários do antigo Sorocabana e dos novos. Temos a certeza de que se a Prefeitura não tivesse lutado essa luta, desapropriado o prédio e feito essa articulação com o Estado, hoje teríamos aqui no Bairro um grande esqueleto e que já agonizava há anos. Também tenho a certeza que a população, principalmente aqueles que têm se valido destes serviços de saúde, reconhece esta melhora”, comenta o prefeito João Cury.

{n}Ex-funcionários{/n}

Na oportunidade, o Chefe do Executivo Municipal ainda esteve reunido com cerca de 20 funcionários do antigo Sorocabana. Ele garantiu que os contratos deles serão prorrogáveis por mais um ano (até maio de 2015), conforme prevê o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado junto Ministério Público do Trabalho.

O comprometimento foi de reconvocar os mais de 100 ex-funcionários da Associação Beneficente dos Hospitais Sorocabana (ABHS) a trabalhar assim que o Poder Público encontrasse uma alternativa para a reabertura do Hospital do Bairro.

“Além disso, nos comprometemos, neste período, a ajudar esses profissionais na sua recolocação no mercado e possam aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível. Seja com cursos preparatórios a concursos públicos ligados ? saúde ou mesmo intermediar soluções junto ? iniciativa privada. Botucatu está retomando sua vocação como polo na saúde, com a abertura de novos equipamentos públicos. Somente neste ano estão sendo criadas mais de 800 vagas pelo Governo Estado, via HC”, argumenta Cury.