Outubro Rosa alerta para a prevenção do câncer de mama  

outubro-rosa-centro-de-doencas-da-mama-foto-igor-medeiros-10-foto-arquivo-customTodos os postos de saúde de Botucatu já estão no clima do “Outubro Rosa”, campanha que acontece no Município desde 2010 com foco no diagnóstico precoce e prevenção ao câncer de mama.

Em 2015 foram realizados em Botucatu, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 3.098 mamografias, ou seja, exames de raio-X que permitem identificar nódulos cancerígenos. Neste ano, de janeiro a agosto, já foram 2.223 mamografias.

Toda mulher com idade menor de 49 anos e maior de 70 anos deverá procurar uma unidade de saúde e solicitar seu pedido de mamografia. Já aquelas entre 50 e 69 anos podem realizar o exame de mamografia, sem a necessidade de pedido de exame.

outubro-rosa-centro-de-doencas-da-mama-foto-igor-medeiros-9-foto-arquivo-customBasta que elas procurem primeiramente qualquer unidade de saúde, que entregará um folheto informativo sobre os documentos que a paciente deverá levar diretamente no Centro de Doenças da Mama de Botucatu [Rua Dr. Costa Leite, 1.190 – Centro].

O Outubro Rosa é um movimento mundial que nasceu em 1997, na Califórnia (Estados Unidos), e que tem crescido na busca de conscientizar as mulheres em torno do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Sintomas

Podem surgir alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações, inclusive no mamilo, ou aspecto semelhante à casca de laranja. Secreção no mamilo também é um sinal de alerta. O sintoma do câncer palpável é o nódulo (caroço) no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. Mais comum entre as mulheres, ele responde por 22% dos casos novos a cada ano.

Prevenção

outubro-rosa-centro-de-doencas-da-mama-foto-igor-medeiros-11-foto-arquivo-customEvitar a obesidade, através de dieta equilibrada e prática regular de exercícios físicos, é uma recomendação básica para prevenir o câncer de mama, uma vez que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolver a doença. A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada, é contraindicada, pois é fator de risco para esse tipo de tumor.

Embora a hereditariedade seja responsável por apenas 10% do total de casos, mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, apresentam maior risco de desenvolver a doença. Esse grupo deve ser acompanhado por médico a partir dos 35 anos.

Primeira menstruação precoce, menopausa tardia (após os 50 anos), primeira gravidez após os 30 anos e não ter tido filhos também constituem fatores de risco para o câncer de mama.

Mais informações

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Major Matheus, 7 – Vila dos Lavradores

Telefone: (14) 3811-1100

 

Centro de Doenças da Mama

Rua Dr. Costa Leite, 1190 – Centro

Telefone: (14) 3813-3779

www.inca.gov.br