Novo PS da Unesp deve ser inaugurado em maio

O novo Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas/Unesp, que está praticamente pronto, deve ser inaugurado em maio deste ano. Foi essa a informação dada ao deputado federal Milton Monti (PR), autor de emendas parlamentares que viabilizaram grande parte do empreendimento, que visitou a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp e HC na sexta-feira, 19 de março. Após conhecer as novas instalações, ele se comprometeu a buscar novas verbas de custeio para o hospital junto ao Ministério da Saúde.

Monti, que ficou impressionado com o prédio recém-construído, foi informado sobre a provável data de inauguração do novo Pronto-Socorro do HC, cujas obras estão em fase final. Sobre novas ajudas ? unidade, o parlamentar pediu que lhe fossem encaminhadas as principais demandas, que podem ser de equipamentos ou custeio.

De acordo com professor Emílio Curcelli, superintendente do HC, o primeiro serviço que será transferido para o prédio recém-construído é a UTI do PS. Desta forma, haverá mais espaço na unidade atual para acomodar os demais atendimentos.

Milton Monti se reuniu com o diretor da FMB, professor Sérgio Swain Müller; o superintendente do HC, professor Curcelli; a vice-superintendente, professor Irma de Godoy; a diretora da Divisão Técnica de Enfermagem, Andréia Zamberlan e o responsável pela UTI Central do HC, Dr. Ubirajara Teixeira.

{n}Sobre o novo PS{/n}

Ao todo, no novo Pronto-Socorro, são 2.279 m² de área construída, dividida em dois pavimentos. A estrutura da nova unidade objetivará a humanização no atendimento. Conforme previsto no projeto, dois grandes espaços facilitarão o acolhimento dos pacientes.

Na ala vermelha ficarão os casos considerados de maior urgência, em que a pessoa corre risco de morte. Já no setor amarelo estarão ocorrências em observação e que aguardam atendimento especializado. A área verde será destinada aos cuidados intermediários; os usuários com menor gravidade ficarão no setor azul.

Outra característica do novo PS será a separação do atendimento infantil. Para que esta logística seja possível, foram instaladas no prédio salas de: acolhimento, emergências, procedimentos especiais invasivos, de estabilização, utilidades, higienização, procedimentos médicos e enfermagem. O espaço abrigará ainda áreas pediátrica, obstétrica, ortopédica, instalações sanitárias e privilegiará espaços para acompanhantes dos pacientes.

O atual Pronto-Socorro deverá ser estruturado de forma a proporcionar melhor alocação das especialidades clínicas no prédio. Servirá de retaguarda para a nova estrutura, na realização de procedimentos ambulatoriais.

Fonte:
Leandro Rocha (com informações de Flávio Fogueral/Jornal da FMB)
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp