Ministro da Saúde estará em Botucatu na 2ª Feira

Acompanhado pelo deputado federal Milton Casquel Monti (PR),  o ministro da Saúde, Arthur Chioro, estará no Hospital das Clinicas (HC) em Botucatu na próxima segunda-feira (29). Na ocasião será recepcionado pelo prefeito João Cury Neto. Durante sua estadia na Cidade o ministro irá conhecer como está sendo desenvolvido o sistema de Saúde no Município e  deverá receber das mãos do chefe do Executivo botucatuense  uma série de reivindicações.

Em seu currículo de médico sanitarista e doutor em Saúde Coletiva, professor universitário e pesquisador nas áreas de gestão e planejamento em saúde, há uma particularidade: cursou Residência Médica em Medicina Preventiva e Social na Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) entre 1987 e 1989.

Quando tomou posse como ministro Chioro não deixou de lembrar da participação de Botucatu em sua formação profissional. “Muito do que sou e das escolhas que fiz ao longo da vida devo à origem simples da minha família e a sólida formação que recebi dos meus pais. Como médico sanitarista e gestor, sou fruto da formação e experiências que vivi. Devo muito à Faculdade de Medicina de Botucatu, onde fiz minha residência”, afirmou na ocasião.

O professor Ildeberto Muniz de Almeida, o Pará, vice-chefe do Departamento de Saúde Pública da FMB/Unesp, conviveu com Chioro em vários momentos de sua carreira. Segundo ele, o ministro sempre se mostrou muito entusiasmado com o projeto de Reforma Sanitária e também com o movimento de construção do Sistema Único de Saúde (SUS).

Pará também lembra que Chioro esteve várias vezes na FMB a convite do Departamento de Saúde Pública. “O fato de o Chioro ser nosso ex-aluno é motivo de grande alegria. Temos boas expectativas. Os projetos de Reforma Sanitária e de Construção do SUS ganham muito com ele no cargo de ministro”, observa.

Professor do novo ministro na época da Residência Médica, o médico e vice-prefeito de Botucatu, Antonio Luiz Caldas Júnior, descreve Chioro como uma pessoa competente, arrojada e muito preocupada com a política de saúde. Lembra que pouco depois de concluir a Residência em Botucatu, Chioro foi convidado para assumir o cargo de secretário de Saúde de São Vicente-SP.

“Ao longo de sua trajetória, sempre manteve contato com a FMB”, comenta Caldas, salientando que os grandes desafios da Saúde no país, como o financiamento e o aprimoramento da gestão do Sistema não dependem exclusivamente do ministro. “Mas esperamos que pela sua trajetória e experiência nesse tipo de debate, seja possível avançar. Também vejo possibilidade de avanços na área da Saúde do Trabalhador”, diz.