Medicina/Unesp vai oferecer residência em Medicina Esportiva

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) trabalha para que, a partir de 2012, passe a oferecer um programa de residência em Medicina Esportiva. Com isso, a instituição será a 4ª escola médica do Brasil a contar com a especialização em uma das áreas de atuação profissional que mais crescem no país.

O tema medicina esportiva passou a ser discutido em Botucatu em 1985, já com a participação de profissionais ligados a FMB. Desde então, já foram realizados 4 simpósios sobre o assunto. No Brasil, os programas de residência na área estão na FMUSP (Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e na Universidade Caxias do Sul (UCS).

Segundo o professor Roberto Carlos Burini, coordenador do Centro de Metabolismo em Exercício e Nutrição (Cemenutri) da FMB, desde 13 de julho de 2005, com a criação da Residência em Medicina Esportiva pela Comissão Nacional de Residência Médica, essa passou a ser uma especialidade médica. Em 2006, ela se transformou em um programa de residência. “Mas o Cemenutri sempre teve atividades de graduação e pós-graduação em medicina esportiva”, destaca.

Em 1999, a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp começou a oferecer cursos de especialização na área de medicina esportiva e a partir do início de 2010 tiveram início as tratativas para a implantação do Programa de Residência Médica. Foi montada uma comissão, com a participação de representantes da maioria dos departamentos. O grupo já tem mantido contato com os professores responsáveis pelos programas já existentes para colher informações úteis para o projeto da FMB.

“Uma das principais características de nossa residência será a multiprofissionalidade. O HC pode, inclusive, passar a ter um Serviço de Medicina Esportiva”, comenta professor Burini. “Para a residência já temos muitos alunos interessados, já que trata-se de uma área promissora para o mercado de trabalho”, completa.

{n}Medicina do Exercício Físico e Medicina do Esporte{/n}

De acordo com professor Burini, a Medicina Esportiva é dividida em dois segmentos: Medicina do Exercício Físico e Medicina do Esporte. A primeira, está focada no combate ao sedentarismo, em um modelo adequado da promoção ? saúde e na mudança do estilo de vida para uma vida mais saudável. Já a Medicina do Esporte busca a alta performance do atleta profissional. “De qualquer forma, em ambas, deve prevalecer a preocupação com a saúde”, ressalta ele.

Fonte:
Unesp/Faculdade de Medicina/Botucatu
Assessoria de Comunicação e Imprensa