Medicina imprime 5 mil cartilhas sobre diabetes

O projeto de extensão “Intervenções, orientações e assistência de enfermagem aos pacientes diabéticos”, desenvolvido pelo Departamento de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) com objetivo de ensinar sobre autocuidado aos pacientes, recebeu uma importante contribuição. A cartilha desenvolvida para que os pacientes possam conviver com a doença sem perder a qualidade de vida foi editorada e impressa em papel de boa qualidade. Foram produzidos 5 mil exemplares graças ao apoio da Construtora Resiplan.

As professoras Sandra Regina Leite Rosa Olbrich e Maria José Trevizani Nitsche, autoras do trabalho, receberam o material oficialmente hoje, 11 de agosto, das mãos do empresário Fernando Borgatto, proprietário da Resiplan.

“Essa doação feita pela Resiplan trará um benefício muito grande para o projeto. Tínhamos elaborado a cartilha, mas sem recursos para editorar o material e imprimir em quantidade satisfatória, trabalhávamos com impressões simples, em papel sulfite. Agora, tenho certeza de que conseguiremos aumentar ainda mais a divulgação dessas orientações que são fundamentais para os diabéticos”, avalia professora Sandra Olbrich.

Segundo Borgatto, que também é diabético, colaborar com entidades assistenciais faz parte da política de responsabilidade social da empresa. Por sentir em seu dia a dia as dificuldades enfrentadas pelo diabético, ele, ao tomar conhecimento do projeto, se colocou à disposição para colaborar de alguma maneira. “É uma maneira que encontrei para que as pessoas com diabetes possam ter acesso a informações valiosas com o as que estão nessa cartilha”, afirma.

A iniciativa é realizada na FMB desde 1992, mas a partir de 2002 passou a contar com bolsas estudantis voltadas a alunos do curso de Enfermagem. São atividades extracurriculares, em grupo, que envolvem equipes multidisciplinares, e são realizadas no horário do almoço dos alunos.  O objetivo é mostrar aos pacientes diabéticos, e seus familiares, diferentes aspectos sobre a doença e autocuidado. Ao todo, cerca de 300 pacientes fazem parte do projeto em diferentes momentos.

 

Cartilha e blog

 

Para possibilitar que as informações chegassem mais facilmente aos pacientes, foi elaborada uma cartilha com informações sobre o diabetes e seu autocuidado. O material é de fácil compreensão para pessoas leigas, sejam elas portadoras ou não da doença. Estão disponíveis desde receitas, informações sobre a doença, fatores de risco, tratamento, entre outros.

“Essa cartilha tem um diferencial: foi desenvolvida especificamente para a realidade dos nossos pacientes. Não há informações genéricas, pois levamos em consideração o perfil das pessoas atendidas no ambulatório do HCFMB”, acrescenta professora Sandra.

Paralelamente, e também com o objetivo de disseminar informações sobre a doença e o autocuidado, foi criado um blog na internet (www.viverbemdiabetes.blogspot.com.br).  A intenção foi aumentar a disponibilidade de acesso, ampliar o público e orientar os portadores da doença, assim como seus familiares e amigos. Esse projeto foi apresentado durante o 11º Congresso Paulista de Diabetes e Metabolismo, realizado no Guarujá-SP, de 15 à 17 de maio deste ano.